Calêndula: benefícios e propriedades medicinais

A calêndula (Calendula officinalis) é um gênero de plantas que compreende cerca de 20 espécies, conhecidas popularmente também como margarida e mal-me-quer, além de marigold (inglês). Pertence a família Asteraceae.

Benefícios da calêndula

Aloe vera (Babosa)

Dentre as propriedades medicinais da calêndula se destaca o dela aumentar a circulação periférica. É usada na medicina popular para o tratamento de infecções que perduram por maior tempo no corpo. Um ditado antigo diz que “onde a calêndula age, nenhum pus se formará”. A planta é muito utilizada na indústria cosmética em shampoos, cremes e loções para a pele, vez que auxilia na reparação e cicatrização de feridas, remoção de manchas na pele, eczemas, erupções cutâneas e outras lesões na epiderme.

A Calendula officinalis é composta de saponinas, carotenoides, flavonoides, mucilagem, princípio amargo, fitoesteróis e resina de polissacarídeo. Tais princípios ativos proporcionam benefícios para inúmeros problemas de pele, incluindo acne, dermatites, psoríase, rachaduras, verrugas, candidíase, assaduras, queimaduras de sol, brotoeja e micoses. De acordo com o Wounds Research, dados clínicos suportaram as propriedades medicinais da planta em aplicações tópicas para o tratamento de dermatites. O efeito na inflamação e regeneração de tecidos a torna um eficaz agente de cura de feridas naturais.

A flor da calêndula é usada em forma de cataplasma ou unta para curar feridas e picadas de inseto. As flores também são aplicadas na pele para nutrição e hidratação, além de possuírem propriedades anti-inflamatórias. É usada em forma de lavagem nasal para infecções no nariz. O óleo de calêndula é utilizada para tratar dores de ouvido. A erva de banho trata hemorroidas.

Contraindicações e efeitos colaterais da calêndula

A planta é geralmente considerada segura para o uso sobre a pele. O uso interno em doses elevadas não é indicado, podendo causar falta de apetite, náuseas e vômitos. Não deve ser aplicada a uma ferida aberta sem supervisão médica. Pessoas alérgicas a plantas de margarida ou pertencentes a família das Asteráceas, incluindo crisântemos e ambrósia, também pode sofrer reações alérgicas (normalmente uma erupção cutânea). Mulheres grávidas e lactantes não devem usar a erva.

História e curiosidades

A calêndula é uma planta herbácea anual, originaria da região do Mediterrâneo. O nome da flor é derivado de calend, que significa o primeiro dia de todo mês, vez ela se abre com as elevações do sol e pode ser encontrada em algumas partes do mundo florescendo todos os meses. No século XII, acreditava-se que apenas olhar para a flor melhoraria a visão.

Também faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil. A finalidade da RENISUS é subsidiar o desenvolvimento de toda cadeia produtiva relacionada à regulamentação, cultivo/manejo, produção, comercialização e dispensação de plantas medicinais e fitoterápicos.

Referências:
University of Maryland Medical Center: Marigold
The Herb Research Foundation: Herb Information Greenpaper
Calendula: A Very Versatile Herb

Comentários

2 Comentários

  1. Augusto

    é muito parecida com a margarida, só que tem um perfume característico que a identifica: o nome desta flor é calêndula. Margarida é Bellis perennis.

  2. douglas sandes

    Por favor me ajudem,minha filhinha tem psoriase e preciso com urgencia comprar 3 plantas calendola, magnolia e orquidea roxa.
    Voces vendem ? sabe quem venda ?
    21 2687-0872 21 7864-2654

Comentar