Pinhão-roxo: benefícios e propriedades medicinais

O pinhão-roxo (Jatropha gossypifolia) é uma planta também conhecida como pinhão-de-purga, pinhão-paraguaio, pinhão-bravo, pinhão, pião, pião-roxo, mamoninho, purgante-de-cavalo, american purging nut (inglês), dentre outros nomes populares. Inclui o sinônimo botânico Adenoropium gossypifolium. e pertence à família Euphorbiaceae.

Benefícios do pinhão-roxo

O pinhão-roxo pode ser utilizado como purgativo, vez que os glicosídeos presentes na casca de suas sementes agem como estimulantes da musculatura gastrointestinal. Também é útil para o tratamento de gota e outros tipos de reumatismo. Quando usado topicamente, o macerado das folhas possui ação sobre aftas na mucosa bucal e hemostática ao estancar o sangue, vez atua na coagulação do sangue de forma hemaglutinante (aglutina os glóbulos vermelhos do sangue). Quando misturado misturado com óleos puros, acelera a cicatrização de furúnculos.

Os óleos presentes nas sementes têm características adequadas ao consumo humano, estando dentro das especificações da Organização Mundial da Saúde (OMS). No extrato do pinhão-roxo pode ser encontrado taninos catéquicos e flavonoides, sendo que ambos têm ação contra extrato Staphylococcus aureus e Candida albicans, além de potencial antioxidante.

Contraindicações e efeitos colaterais do pinhão-roxo

O pinhão-roxo deve ser utilizado com muita precaução, visto que suas folhas e frutos são tóxicos quando usados em excesso, vez que possuem uma toxina chamada toxalbumina. Os sintomas vão desde náuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarreia mucosa e sanguinolenta, até dispneia, arritmia e parada cardíaca.

O contato com o látex da planta ou mesmo com seus espinhos também pode causar dermatites de contato. A espécie apresenta potencial moluscicida, principalmente por apresentar saponinas na constituição de suas folhas e frutos, alvos de predadores como moluscos, insetos, larvas em geral e outros herbívoros.

História e curiosidades

O pinhão-roxo está distribuído no Brasil pela região Nordeste, Cerrado e Pantanal do Estado de Mato Grosso do Sul. É mais comumente encontrado em áreas tropicais, mas também pode se desenvolver em regiões sub-tropicais e semi-áridas. Além da importância toxicológica e medicinal, o pinhão-roxo possui uso industrial, vez que o óleo das sementes é utilizado para iluminação, fabricação de óleos lubrificantes, tintas e sabões. Estudos mostram ainda a possibilidade de utilização deste óleo vegetal como biocombustível.

O nome é originário do grego jatropha, que vem de iatrós (médico) e trophé (alimento). Gossypium é um nome dado por Caio Plínio Segundo (Plínio, o Velho) à planta, que é produtora de algodão, e folium, que significa folha, vez que o seu formato é semelhante a folha do algodoeiro.

A espécie Jatropha gossypiifolia faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil.

CASTANHA, BUGRE, CENTELHA, HAMAMÉLIS Composto Circulatório 500mg
ATUA EM MAIS DE 50 CONDIÇÕES DE SAÚDE Óleo de Copaíba em Cápsulas
DIURÉTICO / ELIMINA PEDRAS NOS RINS Quebra-Pedra em Cápsulas
ATIVADOR SEXUAL FEMININO PREMIUM Vênus Mulher
ACALMA E REDUZ A ANSIEDADE E O ESTRESSE Calmaclin

Comentários

  1. Liliane...

    Minha vó dizia que é excelente para quem sofre de miomas …se faz o chá e bebe . Depois que Deus a levou…. ela apareceu em sonho e ensinou para minha irmã que sofria com o problema de mioma.

  2. Janilda Florindo

    Bom, eu já sabia um pouquinho dos benefícios, mas agora já sabendo de todos os benefícios do pinhão roxo, melhor ainda! Eu posso aprovar, e garantir pq eu tenho um pé pequeno em casa e pra mim tem sido excelente pra curar ferimentos! ! Minha mãe sempre falava que é ótimo! ! Muitas vezes não damos valor e não acreditamos…….Mas é verdade! Um santo remédio medicinal! VALEU PESSOAL. ….ÓTIMO DIA À TODOS! BOM DIAAA…. 😉

  3. Rosa Virginia

    Adorei saber so o Pinhão Roxo!!Pois temos algumas especies aqui no Rio e, sabia sobre suas propriedades.

    Valeu!!

    Abraços daqui,

Comentar