Acorus calamus (ÁCORO; CÁLAMO; VACHA)

ACORUS CALAMUS

Nomes populares

Cálamo, ácoro, ácoro-aromático, ácoro-verdadeiro, calamo, cálamo-aromático, calamus, cana-cheirosa, pimenta-das-abelhas, raiz-de-cantor, raiz-dos-cantores, raiz-doce, vacha (sânscrito)

Sinônimos botânicos

Acorus odoratus, Calamus aromaticus

Família

Araceae

Partes usadas

Raízes.

Usos tradicionais

Anorexia, artrite, asma, bronquite, cólica, depressão, diarreia, disenteria, dispepsia, dor de cabeça, dor de garganta, epilepsia, fadiga, febre, gases intestinais, gastrite, histeria, neuralgia, parasitas, perda de memória, reumatismo, choque, sinusite, surdez, tabagismo, tosse.

Propriedades medicinais da Acorus calamus

Afrodisíaco (agentes químicos que estimulam o desejo sexual)
Alucinógeno (provoca alucinações artificiais ou estados eufóricos patológicos)
Analgésico (diminui ou suprime a dor)
Antibacteriano (impede ou inibe o desenvolvimento de bactérias)
Antiespasmódico (inibe a motilidade da musculatura visceral, prevenindo a ocorrência de espasmos no estômago, intestino, útero ou bexiga)
Antipirético (previne ou reduz a febre, reduzindo a temperatura corporal; febrífugo)
Aromático (possui odor acentuado e agradável)
Carminativo (atua na redução dos gases intestinais)
Demulcente (protege as membranas mucosas e alivia as irritações)
Descongestionante (alivia a congestão e desobstrui as vias aéreas)
Diaforético (induz a transpiração profunda; sudorífero)
Digestivo (ajuda ou promove a digestão dos alimentos)
Emenagogo (aumenta o fluxo menstrual ou provoca menstruação)
Emético (provoca vômito)
Estimulante (produz um aumento temporário da atividade funcional de um organismo ou de qualquer parte dele)
Expectorante (facilita a saída de secreções por via respiratória)
Hipotensor (causa a queda da tensão arterial)
Nervino Estimulante (age como um estimulante para os nervos)
Rejuvenescedor (restaura o vigor e aparência, retardando o processo de envelhecimento)
Sedativo acalma ou faz cessar dor, ansiedade; substância calmante, tranquilizante)
Tônico Estomacal (favorece a digestão e pode até estimular o apetite em alguns casos)

Preparações

Bebidas alcoólicas, chá, culinária, extrato, tintura.

Contraindicações e efeitos colaterais

Por conta da sua toxidade, é preciso tomar muito cuidado na hora de utilizar a erva. Gestantes e lactantes, por exemplos, devem evitar tanto os chás, quantos banhos e massagens corporais. De modo geral, o rizoma só deve ser consumido em sua forma desidratada, vez que fresco possui uma série de componentes tóxicos que podem desencadear efeitos adversos. O óleo essencial também não deve ser usado por gestantes, lactantes, crianças com menos de dois anos de idade e pessoas sensíveis à vegetais família das aráceas. Além de eugenol, a variedade asiática do cálamo contém um componente químico conhecido como beta-azarona, que quando isolada pode ser carcinogênico (substância com potencial cancerígeno). Apesar disso, nenhum caso até hoje foi registrado na Índia, onde é popular. As variedades norte-americanas (Acorus calamus americana) não possuem beta-azarona e são consideradas mais seguras.

Curiosidades

– No Egito e na Índia era usado como um afrodisíaco, atuando como um estimulante sexual natural. Na tradição da medicina aiurvédica, é considerado uma importante erva para melhorar o foco mental, a sexualidade e a sabedoria.

Saiba mais

Cálamo: benefícios e propriedades medicinais

Referências:
Raina, V. K., S. K. Srivastava, and K. V. Syamasunder. “Essential oil composition of Acorus calamus L. from the lower region of the Himalayas.” Flavour and fragrance Journal 18.1 (2003): 18-20.
Vohora, S. B., Shaukat A. Shah, and P. C. Dandiya. “Central nervous system studies on an ethanol extract of Acorus calamus rhizomes.” Journal of ethnopharmacology 28.1 (1990): 53-62.
Dandiya, P. C., and H. Cullumbine. “Studies on Acorus calamus (III): some pharmacological actions of the volatile oil.” Journal of Pharmacology and Experimental Therapeutics 125.4 (1959): 353-359.

Comentários

Comentar