Eupatorium purpureum (RAINHA-DO-PRADO; RAIZ-DE-CASCALHO)

EUPATORIUM PURPUREUM

Nomes populares

Raiz-de-cascalho, eupatório, eupatorium, pei lan (chinês), raiz-de-rim (kidney root), rainha-do-prado (queen of the meadow), gravelroot, joe-pye weed.

Sinônimos botânicos

Eutrochium purpureum, Eutrochium fistulosum, Eupatorium fistulosum

Família

Asteraceae

Partes usadas

Flores, raízes e rizomas.

Usos tradicionais

Amenorreia, cistite, dismenorreia, gota, gripe, inflamação renal, leucorreia, lumbago, pedras na bexiga, pedras no rim, prostatite, reumatismo, tifo, uretrite.

Propriedades medicinais da Eupatorium purpureum

Adstringente (constringe e tecidos e fecham poros no pele; causa constrição de mucosas na boca; contrai vasos capilares)
Antirreumático (previne ou trata o reumatismo, doença caracterizada por dor articular ou por outras alterações dos músculos e ossos)
Carminativo (atua na redução dos gases intestinais)
Diurético (atua no rim, aumentando o volume e o grau do fluxo urinário)
Emenagogo (aumenta o fluxo menstrual ou provoca menstruação)
Nervino Estimulante (age como um estimulante para os nervos)

Preparações

Chá, tintura.

Contraindicações e efeitos colaterais

Consumida em doses elevadas, pode causar náuseas e vômitos. Hipertensos ou alérgicos devem evitar o seu consumo.

Fitoquímicos

O eupatório é composto de oleoresina (eupatorina, euparina), lactonas sesquiterpênicas, flavonoides, óleo essencial, resina, tanino, proteína, carboidrato, quercitina, dentre outras substâncias.

Curiosidades

– De acordo com o Shennong Ben Cao Jing, um dos livros médicos antigos admitidos na criação de uma base para a medicina tradicional chinesa, a raiz-cascalho é classificada como um medicamento superior.

– Sua cor púrpura, bonita e imponente, deu origem ao apelido de rainha-do-prado. Segundo relatos históricos, a raiz-de-cascalho foi usada como medicamento para tratar uma epidemia de febre amarela que ocorreu na Filadélfia, EUA, em 1793.

Saiba mais

Raiz-de-cascalho: benefícios e propriedades medicinais

Referências:
Sweet Joe-Pye Weed. Eutrochium purpureum
Habtemariam, Solomon. “Antiinflammatory activity of the antirheumatic herbal drug, gravel root (Eupatorium purpureum): further biological activities and constituents.” Phytotherapy Research 15.8 (2001): 687-690.
Habtemariam, Solomon. “Cistifolin, an integrin-dependent cell adhesion blocker from the anti-rheumatic herbal drug, gravel root (rhizome of Eupatorium purpureum).” Planta medica 64.08 (1998): 683-685.

Comentários

Comentar