Rumex acetosella – Rumex acetosa (AZEDINHA; ERVA-AZEDA)

RUMEX ACETOSELLA

Nomes populares

Azedinha, acedrilla, azeda, azeda-brava, azeda-do-campo, erva-azeda, erva-vinagreira, língua-de-andorinha, língua-de-vaca, acedero-
común
(espanhol), red sorrel, sheep’s sorrel, sour weed (inglês).

Sinônimos botânicos

Rumex acetosa (similar a Rumex acetosella, mas possui tamanho relativamente maior).

Família

Polygonaceae

Partes usadas

Folhas e raízes.

Usos tradicionais

Acne, câncer, febre, feridas, lombriga, melanoma.

Propriedades medicinais da Rumex acetosella

Adstringente (constringe e tecidos e fecham poros no pele; causa constrição de mucosas na boca; contrai vasos capilares)
Antibacteriano (impede ou inibe o desenvolvimento de bactérias)
Anticancerígeno (previne ou combate ao câncer)
Antiescorbútico (age contra o escorbuto)
Anti-inflamatório (combate a inflamação nos tecidos)
Antioxidante (inibe os efeitos da oxidação e combate os radicais livres)
Antipirético (previne ou reduz a febre, reduzindo a temperatura corporal; febrífugo)
Antisséptico (impede a contaminação e combate a infecção; inibe a proliferação de microrganismos presentes na superfície da pele e mucosa)
Cicatrizante (cicatriza ou favorece a cicatrização)
Diurético (atua no rim, aumentando o volume e o grau do fluxo urinário)
Hepatoprotetor (protege ou contribui para proteger o fígado)
Laxativo (trata a constipação intestinal e a prisão de ventre)

Preparações

Chá, culinária, saladas.

Contraindicações e efeitos colaterais

A (Rumex acetosella) possui ácido oxálico em sua composição. O alto teor de ácido oxálico no organismo pode conduzir a formação de pedras nos rins. O uso deve ser ocasional e a mesma não deve ser utilizada por pacientes que sofrem de cálculos renais, gota e reumatismo. O consumo em excesso pode comprometer a digestão e causar efeitos adversos, incluindo vômitos, diarreia, dificuldade de engolir e urinar. Por questões de segurança, gravidas e lactantes devem evitar o uso.

Fitoquímicos

A azedinha é composta de ácido oxálico, ácido tartárico, antraquinonas (chrysophanol, emodina), betacaroteno, cálcio, quercitina, resveratrol, taninos, vitaminas B e C e vitexina, além de outros nutrientes em menores quantidades.

Curiosidades

– A azedinha é um ingrediente presente na fórmula do popular remédio anticâncer herbal conhecido como Essiac. Na década de 1920 a enfermeira canadense René Caisse encontrou a esposa de um prospector que sobreviveu a um câncer de mama e a revelou e popularizou a receita do chá anticâncer.

Saiba mais

Azedinha: benefícios e propriedades medicinais

Referências:
Rumex Acetosa — Sorrel. Henriette’s Herbal Homepage
“The Standing People: Field Guide of Medicinal Plants for the Prairie Provinces”: lists internal and external medicinal uses of Sheep’s Sorrel.
Rumex acetosella L. subsp. angiocarpus (Murb.) Murb. Biorede.pt.
Sorrel. WebMD.
Lee, Nam-Jae, et al. “Antimutagenicity and cytotoxicity of the constituents from the aerial parts of Rumex acetosa.” Biological and Pharmaceutical Bulletin 28.11 (2005): 2158-2161.
Kucekova, Zdenka, et al. “Phenolic compounds from Allium schoenoprasum, Tragopogon pratensis and Rumex acetosa and their antiproliferative effects.” Molecules 16.11 (2011): 9207-9217.

Comentários

Comentar