Castanha-mineira: benefícios e propriedades medicinais

A castanha-mineira (Anisosperma passiflora Vell. Silva Manso) é uma planta medicinal também conhecida como castanha-de-bugre, castanha-de-jatobá, cipotá, fava-de-Santo-Inácio, fruto-amargoso, jabutá, jatobá-verdadeiro, maracujá-de-periquito, nhadiroba, dentre outros nomes populares. Inclui o sinônimo Fevillea passiflora. Pertence à família Cucurbitaceae.

Benefícios e propriedades medicinais da castanha-mineira

A castanha-mineira é usada na medicina alternativa para o tratamento de problemas relacionados à má digestão, incluindo dispepsia e distúrbios gastrointestinais. É útil para afecções que atingem o estômago, incluindo alívio constipações intestinais, diminuição da fermentação estomacal e formação de gases (flatulências). A maioria das propriedades da castanha-mineira estão concentradas nas sementes antidispépticas e purgativas, compostas de alcaloides, anisospermas e óleo essencial. Além disso, age como um estimulante do apetite e laxante natural.

A castanha-mineira auxilia no bom funcionamento do fígado, vez que auxilia na diminuição do inchaço do fígado. Também é muito eficaz no combate à icterícia, sintoma caracterizado pela cor amarelada da parte branca dos olhos e pele. A icterícia ocorre quando há acúmulo de bilirrubina no sangue, pigmento amarelo produzido pelo organismo quando as hemácias são degradadas. A bilirrubina normalmente passa pelo fígado e é eliminada pelas fezes. Na medicina veterinária, pode ser usada externamente em animais para aliviar dores de cólicas.

Pedras nos Rins Pedras nos Rins Compre fitoterápicos para eliminar cálculos renais.
Prisão de Ventre Digestivos Remédios naturais para combater má digestão e prisão de ventre.
Chás Chás Medicinais Chás 100% naturais e orgânicos para diversos objetivos.

Receita de chá de castanha-mineira

O chá de castanha-mineira é fácil e simples de ser preparado. O recomendado é consumir o chá cerca de três vezes ao longo do dia, vez que suas propriedades diuréticas sobrecarregam o funcionamento dos rins.

Ingredientes

  • 5 gramas de castanha-mineira seca.
  • 200 ml de água filtrada.

Modo de preparo

  • Coloque a água em um recipiente e leve ao fogo.
  • Espere atingir o ponto de fervura.
  • Quando entrar em ebulição desligue.
  • Coloque a castanha seca.
  • Aguarde 10 minutos.
  • Coe e beba.

Contraindicações e efeitos colaterais da castanha-mineira

O uso é contraindicado para pacientes com diurese, vez que há o risco de acelerar tal processo e causar desidratação. Pessoas com anorexia também devem evitar o uso, vez que a castanha-mineira possui propriedades inibidoras de apetite. Da mesma forma, efeitos estimulantes são aversos para pacientes hipertensos. Mulheres grávidas e lactantes só devem consumir sob recomendação e supervisão médica.

Curiosidades

A Anisosperma passiflora é nativa de diversas regiões do Brasil, sendo encontrada desde o Sudeste até a Amazônia. Trata-se de uma trepadeira de caule forte e ramos nodosos com cerca de 8 centímetros de diâmetro. Possui pelos de coloração levemente prateada. As folhas são inteiras, ovais e pecioladas. As flores da castanha-mineira possuem a cor verde ou branca, são pequenas e crescem em formato de pedúnculos. Os frutos são grandes (aproximadamente do mesmo tamanho que uma laranja), possuem a superfície lisa e pequenas verrugas irregulares. Abrigam as sementes que pode alcançar 45 milímetros de comprimento.

VERMÍFUGO NATURAL / ELIMINA PARASITAS Composto Anti-Verme 500mg
REMÉDIO NATURAL PARA ELIMINAR PEDRAS NOS RINS Dissol 150ml
REMÉDIO NATURAL CONTRA O ALCOOLISMO Noethyl Anti-Álcool
FITOTERÁPICO COM MUITOS USOS MEDICINAIS Cavalinha em Cápsulas
PRISÃO DE VENTRE / ESTIMULAR GASES Composto Laxante 500mg
Referências:
Plantas Medicinais Brasileiras. Registro de Plantas Medicinais Brasileiras baseado em bibliografia entre 1850 e 1960. Plmed Brasil.
BARBOSA JÚNIOR, Ademir. “Guia prático de plantas medicinais.” (2005).

Comentários

Comentar