Maracujá (Passiflora): para que serve

Maracujá

Conheça os benefícios, efeitos colaterais e propriedades calmantes, medicinais e sedativas do chá de maracujá, (Passiflora edulis / Passilfora incarnata)

Atualizado em 16/10/2022

O maracujá (Passiflora incarnata) é também conhecido também como flor-da-paixão, maracujá-guaçu e maracujá-silvestre. Os maracujás fazem parte da família Passifloraceae.

Benefícios do maracujá

As folhas possuem efeito adstringente e agem como sedativo no tratamento da tensão nervosa, insônia e problemas respiratórios. As harmalas, substâncias presentes na planta, inibem o consumo excessivo e desnecessário de oxigênio pelo cérebro. Acredita-se que estes compostos ​​também são responsáveis por diminuir os níveis de circulação e respiração, reduzindo a pressão arterial. Alguns estudiosos consideram os alcaloides harmina e harmalina, eficazes contra o Mal de Parkinson. Outras espécies de Passiflora contêm componentes que agem contra fungos, leveduras e bactérias.

Os alcaloides presentes no maracujá podem contribuir para uma dilatação da artéria coronária. Para inchaço nos olhos, queimaduras e irritações na pele, são usadas compressas. Para queimaduras e feridas, o suco pode ser aplicado em forma de cataplasma. A Passiflora incarnata faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil. Na culinária, é um excelente ingrediente para pavês, sucos, sorvetes e mousses.

Flor-da-paixão

Flor-da-Paixão (Maracujá) - Passiflora incarnata

Flor-da-Paixão (Maracujá) – Passiflora incarnata

A Passiflora incarnata também é conhecido como flor-da-paixão, inspirado na paixão de Cristo. De acordo com missionários jesuítas que encontraram essa planta na América do Sul, as cores azul e branca da flor simbolizam a pureza do céu. As pétalas brancas significam os dez apóstolos (menos Pedro e Judas). A coroa correlaciona com a coroa de espinhos e os cinco estames vermelhos representam as cinco feridas. As folhas pontiagudas significam a lança que matou Jesus. Quando a flor é aberta parcialmente, relembra a estrela vista pelos Três Reis Magos.

Chá de Passiflora

Chá de Maracujá - Passiflora edulis -Medicina Natural

Chá de Maracujá – Passiflora edulis – Medicina Natural

O chá de maracujá ou chá de passiflora é muito consumido na medicina popular para aliviar ansiedade, dores de cabeça de origem nervosa e insônia leve. O chá de folhas de passiflora possui efeito adstringente e agem como sedativo para auxiliar em condições de ansiedade, depressão, problemas respiratórios e tensão nervosa. As harmalas, substâncias presentes no chá de maracujá, inibem o consumo excessivo e desnecessário de oxigênio pelo cérebro. Acredita-se que estes compostos também são responsáveis por diminuir os níveis de circulação e respiração, reduzindo a pressão arterial.

Modo de preparo do chá de maracujá

Preparar a infusão (as folhas de maracujá não devem ser fervidas junto a água). Para 150 ml de água: Adicionar 150 ml de água fervente sobre 1 a 2 g das folhas de Maracujá. Aguardar cerca de 5 a 10 minutos. O chá deve ser ingerido até 24 horas após o preparo, não podendo ser reaquecido. A ingestão diária vai depender da finalidade do uso, podendo variar de 1 a 4 xícaras por dia.

Maracujá: calmante natural

O maracujá é considerado um calmante natural que age no sistema nervoso central, aquietando-o, além de possuir outras propriedades medicinais. A composição de flavonoides, alcaloides e saparinas, dentre outras substâncias, muitas vezes são administradas em forma de extratos ou suplementos para o tratamento de doenças que agem no sistema nervoso, incluindo depressão, ansiedade e ataques de pânico.

O maracujá não possui substâncias viciantes e não produz efeitos colaterais associados ao uso de antidepressivos e tranquilizantes. A Passiflora incarnata pode aliviar dores de cabeça causadas devidos à tensão e deixa a pessoa mais tranquila. Também ajuda a curar ressacas ao sanar o desarranjo dos neurotransmissores. Estudos com os fito constituintes responsáveis pelos muito aclamados efeitos ansiolíticos e sedativos de Passiflora incarnata comprovaram a eficácia de sua atividade ansiolítica em doses a partir de de 10mg do extrato.

Contraindicações e efeitos colaterais do maracujá

Doses grandes podem causar sonolência, e dependendo, até náuseas e vômitos. É bom evitar o uso de grandes doses durante a gravidez.

Referências:
SPERONI, E.; MINGHETTI, A. Neuropharmacological activity of extracts from Passiflora incarnata. Planta medica, v. 54, n. 06, p. 488-491, 1988.
DHAWAN, Kamaldeep; KUMAR, Suresh; SHARMA, Anupam. Anti-anxiety studies on extracts of Passiflora incarnata Linneaus. Journal of ethnopharmacology, v. 78, n. 2-3, p. 165-170, 2001.
Ramos, Alessandra Teixeira, et al. “Uso de Passiflora edulis f. flavicarpa na redução do colesterol.” Revista Brasileira de Farmacognosia 17 (2007): 592-597.
Cazarin, Cinthia Baú Betim, et al. “Capacidade antioxidante e composição química da casca de maracujá (Passiflora edulis).” Ciência Rural 44 (2014): 1699-1704.
Zibadi, Sherma, and Ronald R. Watson. “Passion fruit (Passiflora edulis).” Evidence-Based Integrative Medicine 1.3 (2004): 183-187.