Cogumelo-shiitake: benefícios e propriedades medicinais

O cogumelo-shiitake (Lentinula edodes) é também conhecido como cogumelo-shitake e cogumelo-preto-oriental. Pertence a família Trichlomataceae.

Benefícios do cogumelo shiitake

O shiitake pode reduzir os níveis de colesterol no sangue. Segundo um estudo realizado em 2001 pela Universidade de Agricultura e Medicina Veterinária de Obihiro, no Japão, o cogumelo shitake possui eritadenine, um composto que demonstrou capacidade de aumentar os níveis de colesterol nas fezes, reduzindo consequentemente, os níveis perigosos de colesterol no sangue. O shitake também é usado para aliviar tosses crônicas. Além de possuir grande atividade antitumor e antivirótica, o shiitake pode estimular o aumento das atividades de células-T.

Também há um aprimoramento por parte do shiitake para com as células do sangue brancas, anticorpos e interferon. O shitake estimula as células na medula óssea a criarem mais células-B e células-T. Pode ser utilizado para melhorar a resposta sexual das mulheres. O fungo é composto de polissacarídeo (lentinana), eritadenina, vitaminas D, B-2 e B-12.

Lentilana

Estudos indicaram que a lentinana, substância presente no shitake, ajuda a aumentar a habilidade do sistema imune de combater infecções. Segundo a American Cancer Society, a lentinana pode efetivamente reduzir e retardar o crescimento de células cancerosas enquanto aumenta a atividade do organismo para combater tumores ao ativar determinadas células e proteínas que atacam o cancro.

Os efeitos da lentinana foram avaliados em 33 pacientes em vários estágios de câncer gástrico após gastrectomia. Após uma semana, esses pacientes receberam 2mg de lentinana quatro vezes ao dia, por dois ou quatro intervalos semanais. Os resultados obtidos foram aumento superior a 50% da produção basal de IL-1 pelos macrófagos em aproximadamente 70% dos pacientes. Este efeito foi mais significativo nos pacientes que receberam lentinana por quatro semanas quando comparado com aqueles que receberam esse tratamento por apenas duas semanas.

Uso na culinária

O shiitake pode ser acrescentado em sopas, guisados e outros preparos. Pode ser assado, grelhado e conservado. Seu uso nos alimentos ajuda o organismo a se livrar de quantidades excessivas de sal.

Contraindicações e efeitos colaterais do shiitake

O cogumelo shitake deve ser evitado por pessoas que possuem condições de saúde deficientes.

Curiosidades

O nome shiitake é derivado de shii, que significa “subir em árvores”, referente a forma como cresce o cogumelo, principalmente em árvores de espécies do gênero Pasania. Contudo, o shitake também costuma se desenvolver e pode ser cultivado em árvores de carvalho e espécies similares. O cultivo de shiitake é simples e pode ser feito inserindo os cogumelos em troncos de madeira. O shitake costuma crescer rapidamente e pode ser colhido em poucos dias.

Referências:
Shiitake Mushroom. American Cancer Society.
Fukushima M, Ohashi T, Fujiwara Y, Sonoyama K, Nakano M. Cholesterol-lowering effects of maitake (Grifola frondosa) fiber, shiitake (Lentinus edodes) fiber, and enokitake (Flammulina velutipes) fiber in rats. Exp Biol Med (Maywood). 2001 Sep;226(8):758-65. PMID: 11520942.
Borchers AT, Stern JS, Hackman RM, Keen CL, Gershwin ME. Mushroom, tumors, and imumnity. PSEBM. 1999;221(4):281-93. Efeitos da suplementação dietética com cogumelos Agaricales e outros fungos medicinais na terapia contra o câncer. Fortes RC, Novaes MRCG.
MedLine Search: Lentinan, an anti-tumor polysaccharide from the Shitake mushroom. Cancer guide.

Comentários

Comentar