Crisântemo: benefícios, efeitos e propriedades medicinais

O crisântemo (Chrysanthemum morifolium) é uma planta medicinal também conhecida como crisântemo-da-China, crisântemo-do-Japão, magarza, monsenhor, chrysanthemum (inglês), dentre outros nomes populares. Inclui os sinônimos botânicos Chrysanthemum indicum e Chrysanthemum sinense. Pertence à família Asteraceae.

Benefícios e propriedades medicinais do crisântemo

O crisântemo possui é altamente medicinal ao seu variado teor de nutrientes, sendo o mais popular a partenolida. Segundo estudos, suas principais propriedades são antiespasmódicas, anti-inflamatórias, anti-reumáticas, aperientes e sedativas. Desta forma, é indicado como tratamento natural para uma série de distúrbios, incluindo febre, dores de cabeça, resfriados, gripes, enxaquecas, artrite e inchaço nos pés. O crisântemo também é muito indicado para o tratamento de feridas, bem como para regular o fluxo menstrual.

Segundo relatos históricos, o crisântemo começou a ser usado medicinalmente na década de 1970. Na época, diversos estudos comprovaram os efeitos benéficos dela para o tratamento de artrite, enxaqueca e reumatismo. Posteriormente, verificou-se que a planta pode ser usada para diferentes tratamentos. Vários estudos comprovaram que mastigar folhas de crisântemo pode ajudar a diminuir as dores de cabeça, bem como as enxaquecas. As folhas secas, assim como as flores, também possuem uso medicinal. Segundo pesquisas, a partenolida, substância presente em grandes quantidades no crisântemo, é um excelente sedativo para aliviar pequenos espasmos musculares. Além disso, o crisântemo pode ser utilizado para diminuir constrição dos vasos sanguíneos no cérebro, um dos principais fatores que causam a enxaqueca, segundo vários estudos.

As flores do crisântemo, colhidas durante o outono, são usadas na medicina popular para tratar inflamações na pele. O suco fresco é aplicado para esfolar infecções. Ajudam a melhorar a visão e são usadas para uma gama extensiva de problemas no olho, tais como dores, vermelhidão, lacrimejamento, cegueira noturna e tensão devido a exposição prolongada frente a telas de computadores e outros aparelhos eletrônicos. Em forma de cataplasma ou tintura, pode ser usada para tratar feridas, melhorando o processo de cicatrização. Pesquisas recentes tentam demonstrar o potencial da planta para dilatar artérias coronárias. Sua utilização como antibiótico contra uma gama extensiva de agentes patogênicos também está sendo estudada. As flores de crisântemo são combinadas com outras ervas tratar convulsões durante a infância.

Chá de crisântemo

Todas as partes podem ser utilizadas como medicamentos naturais, contudo, as flores secas são as mais populares, sendo usadas das mais diversas formas. Como infusão é possível utilizá-la para diminuir o inchaço nos pés. Em forma de chá, é indicada para o tratamento de febres, gripes, resfriados e artrite, bem como na regularização do fluxo menstrual graças as suas propriedades sedativas. As flores esfriadas são aplicadas em compressas em olhos fechados aliviar inchaço nos olhos.

Para preparar o chá de crisântemo, basta ferver cerca de 6 a 8 flores da planta (secas) em uma xícara de água de chá. Você pode consumir essa mistura de três a quatro vezes por dia, dependendo do tipo de tratamento que está fazendo. Apenas as espécies Chrysanthemum morifolium e Chrysanthemum indicum são utilizadas dentro da medicina alternativa.

Contraindicações e efeitos colaterais do crisântemo

gestantes devem evitar consumir a erva, vez que as folhas podem estimular o útero. O aborto não é um risco, mas, mesmo, assim, deve-se evitar o uso da planta pelo menos nos três primeiros meses de gestação. Indivíduos que sejam sensíveis a plantas da família das Asteráceas, como, por exemplo, as margaridas, também devem evita-la, vez que o consumo das folhas secas pode gerar diversas reações alérgicas, incluindo feridas na região da boca.

História e curiosidades

O nome crisântemo é derivado do grego chyros, que significa “dourado” e, anthos, que significa “flor”. Além de ser usado dentro da medicina alternativa, as flores são muito populares entre os amantes de plantar ornamentais por conta da sua aparência e cores diferenciadas. Originária do sudeste da Europa, atualmente é cultivada em diferentes partes do mundo, principalmente, na Austrália e América do Norte. O crisântemo pode medir até meio metro de altura e é conhecido por suas flores belíssimas. Floresce entre os meses de julho e agosto. Suas sementes amadurecem entre agosto e setembro.

Referências:
Duh, Pin-Der, Yang-Ying Tu, and Gow-Chin Yen. “Antioxidant activity of water extract of Harng Jyur (Chrysanthemum morifolium Ramat).” LWT-Food Science and Technology 32.5 (1999): 269-277.
CHRYSANTHEMUM Other Names: Anthemis grandiflorum, Anthemis stipulacea, Chrysanthème, Chrysanthème des Jardins, Chrysanthemum indicum, Chrysanthemum sinense, Chrysanthemum stipulaceum, Chrysanthemum morifolium, Crisantemo, Dendranthema grandiflorum, Dendranthema morifolium, Fleur d’Or, Florist’s Chrysanthemum, Flos Chrysantemi, Ju Hua, Matricaria morifolia, Mum, Yao Jiu Ha, Ye Ju Hua. WEBMD.

Comentários

Comentar