Maca-peruana: saiba para que serve a raiz

Maca-Peruana - Lepidium meyenii - Lepidium peruvianum

Conheça os benefícios, composição, efeitos e propriedades medicinais da raiz da maca-peruana (Lepidium meyenii), também chamda de ginseng-peruano e maca-andina.

Atualizado em 17/09/2022

A maca-peruana (Lepidium meyenii – Lepidium peruvianum) é uma planta medicinal também conhecida como maca-andina, ginseng-peruano, planta-maca, maca-pó, maca-ginseng, peruvian maca (inglês), dentre outros nomes populares. A maca-peruana é nativa da região Andina do Peru, utilizada principalmente para o aumento da libido sexual.

Origem da maca-peruana

Há registros de que o cultivo da maca ocorre há mais de dois mil anos. Os nativos andinos a cultivam a uma altitude de cerca de 4 mil metros e ainda a utilizam com frequência devido ao alto valor nutritivo e aos benefícios fornecidos pela raiz. Acredita-se que os Incas foram os pioneiros no cultivo e consumo, isto porque a raiz pode ser encontrada em abundância na Cordilheira dos Andes, com maior incidência em território peruano. O alto das montanhas e as temperaturas propícias são ideias para o cultivo e crescimento da maca. As flores da maca se remetem às flores da mostarda. Devido à grande semelhança, é muito comum que ambas as plantas sejam confundidas quando vistas pela primeira vez. De acordo com a história do povo inca, acreditava-se que a raiz da maca peruana possuía propriedades especiais e vitaminas que aumentam a energia e a resistência do organismo, inclusive o aumento do desejo sexual.

Benefícios da maca-peruana

A maca se assemelha a um nabo e a raiz da planta seca é utilizada em pó há mais de dois mil anos para combater a fadiga e agir como um estimulante sexual, apesar de não agir diretamente no sistema nervoso central. A maca-andina é basicamente um alimento muito rico em nutrientes, sendo vendida como um suplemento nutricional. Recentemente, ganhou popularidade como uma erva afrodisíaca para aumentar a libido, o vigor e desejo sexual. A raiz é um alimento muito nutritivo, repleto de vitaminas, fitoesteróis, minerais essenciais, aminoácidos e gorduras saudáveis.Acredita-se que as raízes de coloração preta atuam diretamente na espermatogênese, na memória e como energético, diferentemente das raízes de tonalidade avermelhada, capazes de reverter quadros de hiperplasia prostática benignafra e tratar a osteoporose. Ambas possuem propriedades que reduzem a pressão sanguínea e, consequentemente, os níveis de glicose no sangue.

Nos últimos anos, a maca peruana se tornou muito popular em todo o mundo. Seus benefícios foram estudados por instituições de renome, como é o caso da Universidade de Michigan, que revelaram a autenticidade das propriedades medicinais da raiz. Atualmente, a maca peruana é amplamente utilizada para promover o desejo sexual, a espermatogênese e a saúde da próstata e a memória, e também como auxiliar no tratamento da depressão, ansiedade, na redução dos níveis de glicose e como um eficaz energético. Além disso, a popularidade da maca advém do seu poder afrodisíaco. A raiz é considerada um excelente estimulante sexual para homens e mulheres, combatendo diretamente a impotência, a perca de libido e problemas de fertilidade.

Efeitos da maca-peruana para o aumento do desejo sexual

Tanto homens como mulheres têm relatado aumento significativo na libido e desejo sexual, aumento de energia, vigor e sensação de bem-estar geral. Algumas mulheres relataram bons resultados para aliviar os sintomas da TPM e menopausa. Não contém cafeína, como o guaraná e o café, por isso não afeta o sistema nervoso central. Além de melhorar a fertilidade, a maca-peruana também parece possuir propriedades que estimulam a produção de hormônios pelo organismo. Isto a torna útil no tratamento de deficiências hormonais, sendo talvez a melhor alternativa natural para injetar hormônios externos no corpo.

Vários homens relataram ereções mais fortes e que ao mesmo tempo duravam por maiores períodos, aumentando a sensação de prazer durante as relações sexuais. No Peru, muitos homens e mulheres usam a planta para melhorarem a sua vida sexual. A erva está ficando cada vez mais popular em todo o mundo, particularmente nos os EUA, Europa e Japão, como um suplemento dietético para reforçar a vitalidade.

Para que serve a raiz de maca-peruana?

Nos últimos anos, a maca peruana se tornou muito popular em todo o mundo. Seus benefícios foram estudados por instituições de renome, como é o caso da Universidade de Michigan, que revelaram a autenticidade das propriedades medicinais da raiz. Atualmente, a maca peruana é facilmente encontrada como suplemento em pó e em cápsulas. É amplamente utilizada para promover o desejo sexual, a espermatogênese e a saúde da próstata e a memória, e também como auxiliar no tratamento da depressão, ansiedade, na redução dos níveis de glicose e como um eficaz energético. Além disso, a popularidade da maca advém do seu poder afrodisíaco. A raiz é considerada um excelente estimulante sexual para homens e mulheres, combatendo diretamente a impotência, a perda de libido e problemas de fertilidade.

Composição da raiz de maca-peruana

Raiz de maca peruana

Raiz de maca peruana

A raiz da maca peruana é muito rica em nutrientes que beneficiam o organismo em diversos aspectos. A maior parte dos nutrientes ativos está presente na “carne” de sua raiz, rica em proteínas, açúcares naturais, ferro, iodo, magnésio, potássio, fibras e cálcio.

Ácidos graxos

Estudos mais recentes comprovaram que a maca peruana também é rica em ácidos graxos livres que funcionam como apoio à função celular. Foram encontrados cerca de 20 tipos de ácidos graxos, sendo o ácido palmítico, ácido oleico, ácido estérico e ácido linolênico os ácidos graxos mais abundantes e que adicionam maior valor nutritivo à raiz.

Aminoácidos

Outro fator que diferencia a maca das demais raízes é a grande presença de aminoácidos essenciais em sua composição. Ela contém quase todos eles que dirigem diversas funções celulares no organismo e, por essa razão, é capaz de beneficiar diversos aspectos em nossas vidas, como as funções sexuais e de fertilidade. Na maca, estão presentes muitos dos aminoácidos essenciais para a saúde. Além dos aminoácidos acima, estão presentes na composição da maca diversos outros aminoácidos benéficos para a saúde.

  • Ácido Glutâmico.
  • Alanina.
  • Glicina.
  • Histidina.
  • Leucina.
  • Metionina.
  • Prolina.
  • Sarcosina.
  • Serina.
  • Tirosina.
  • Treonina.
  • Valina.

Esteróis

Alguns esteróis também foram encontrados em sua composição. Estes são substâncias que colaboram positivamente na redução do colesterol.

  • Brassicasterol,
  • Campesterol
  • Ergostadienol
  • Ergosterol
  • Sitoserol.

Fibras e proteínas

Estima-se que uma raiz de maca é composta por cerca de 10% de proteína. Estudos afirmam que cada raiz também possui aproximadamente 8,5% de fibra, contendo níveis significativos de celulose e lignano que, juntos, estimulam a função intestinal. Além disso, o sistema digestivo é inteiramente beneficiado através do considerável índice de fibras presente na maca.

Glucisinolatos

Antes de falar sobre a riqueza de vitaminas, é importante salientar a presença dos glucosinolatos que também a compõem. Estudos comprovaram que a presença do glucosinato de benzilo, glucosinato de p-metoxibenzilo, frutose, glucose e isotiocianato de benzilo concedem à raiz propriedades anticancerígenas, pois agem como compostos bioativos quando absorvidos pelo organismo.

Vitaminas e minerais da raiz de maca-peruana

Uma das principais características da maca peruana é a grande quantidade de vitaminas que a raiz é capaz de fornecer ao corpo humano. A tiamina, mais conhecida como B1, auxilia o organismo na conversão dos carboidratos em energia, beneficiando os músculos, o coração e o sistema nervoso. Também está presente a riboflavina, popularmente conhecida como vitamina B2, de crucial importância para o crescimento do corpo e na produção de glóbulos vermelhos. A niacina (B3) atua diretamente na saúde da circulação sanguínea. O ácido ascórbico (vitamina C) fornece ação antioxidante.

Além das vitaminas, há também uma grande concentração de minerais. O cálcio atua no desenvolvimento ósseo e na saúde do sistema circulatório e nervoso. O fósforo atua em conjunto com o Cálcio e favorece a transmissão de estímulos elétricos no sistema nervoso. O magnésio é essencial para a síntese de proteínas e para a atividade muscular, além de beneficiar a saúde do coração. Além do cálcio, fósforo e magnésio, também é possível encontrar doses de potássio, sódio, cobre e zinco, minerais que atuam diretamente no funcionamento das células e no sangue.

anutenção do equilíbrio hormonal, além de provocar o aumento no desejo e no desempenho sexual.

Benefícios da maca peruana para a saúde da mulher

Maca peruana branca e maca peruana vermelha

Maca peruana branca e maca peruana vermelha

Cultivada e utilizada há mais de dois mil anos pelo povo Inca e pelos antigos peruanos, que ingeriam essa poderosa raiz para aumentar o vigor durante longas caminhadas e para aumentar a potência da libido masculina. Alguns séculos mais tarde, mulheres da região passaram a fazer uso da raiz e sentir todos os benefícios que a maca peruana é capaz de proporcionar à condições de saúde da mulher, incluindo reposição hormonal, regularização do ciclo menstrual, alivio dos sintomas da menopausa e aumento do desejo sexual feminino.

Reposição hormonal

Acredita-se que o principal benefício esteja relacionado às questões hormonais, dentre elas a libido, a menstruação e a menopausa. Estudos recentes afirmam que o consumo da maca peruana também é eficaz na fixação do desequilíbrio hormonal, e em alguns casos se revela até mais eficaz do que a terapia de reposição hormonal.

Aumento do desejo sexual

A maca peruana também é eficaz para o aumento do desejo sexual e age como energético para o corpo, tanto em mulheres quanto em homens, e por essa razão também é conhecida como “ginseng-peruano”. Também estão sendo realizados atualmente estudos visando comprovar a atuação da maca peruana na saúde dos sistemas nervoso e endócrino.

Menstruação

Com relação à menstruação, a raiz da maca age diretamente em problemas menstruais corriqueiros que atingem mulheres em idade fértil, como a irregularidade do ciclo, cólicas, desconfortos, alterações de humor e secura vaginal. Neste sentido, a raiz age aliviando cólicas e dores, regulando o ciclo, controlando a secura vaginal e eventuais alterações de humor sem provocar efeitos colaterais na mulher, ao contrário do que ocorre com o uso de anticoncepcionais.

Menopausa

Os ingredientes ativos da raiz da maca também atuam em sintomas da pré e pós menopausa. A sensação de calor corporal constante, fadiga e alterações no sono são problemas frequentes nesta etapa da vida da mulher, mas que podem ser tratados através do consumo da maca peruana que diminui a intensidade e a frequência das alterações hormonais desse período.

Contraindicações e efeitos colaterais da maca-peruana

A raiz da planta tem uma longa história de uso sem problemas de toxicidade. A maca faz parte da dieta diária de muitos peruanos nativos desde antes da chegada dos conquistadores espanhóis. Pesquisadores concluíram que a planta não tem potencial de toxicidade, podendo considerar o seu uso a longo prazo como suplemento alimentar.

Alguns efeitos colaterais podem ocorrer ao iniciar o uso do pó de maca-peruana, vez que podem ocorrer sintomas de desintoxicação, principalmente em pessoas acostumadas a consumir somente alimentos processados e cozidos. Pessoas com qualquer condição de doenças crônicas, doenças hepáticas (como insuficiência hepática, cirrose ou hepatite), doenças renais (como insuficiência renal) e alergias (alergias a alimentos, corantes e conservantes) só devem utilizar a maca com recomendação médica.

Como consumir a maca peruana

A maca peruana geralmente é comercializada em forma de cápsula ou em pó. Quando em pó, pode ser adicionada em frutas, sucos e vitaminas, e o ideal é consumir entre 1 e 2 colheres ao dia. Quando em cápsulas, geralmente consome-se duas capsulas antes das principais refeições. Contudo, essa quantidade poderá variar de acordo com os miligramas de maca fornecidos em cada cápsula. Outra alternativa de consumo da maca peruana é através da sua raiz, como um alimento. Quando for consumi-la dessa forma, é necessário ser cozida primeiro, pois é uma raiz forte e que pode ocasionar irritação na parede do estômago e, consequentemente, perturbações digestivas.

Dosagem e cuidados requeridos

Naturalmente, a planta não possui restrições para o consumo, no entanto, a dosagem da planta em fitoterápicos e suplementos podem afetar a eficácia da erva, portanto, é necessário ficar atento as recomendações específicas de cada produto. Os produtos à base de maca, principalmente os que são vendidos como estimulantes sexuais, podem conter alguma combinação de diferentes ingredientes ativos, dos quais alguns podem não ser tão seguras. É possível comprar a maca-peruana em cápsulas e extrato em pó.

A maca não possui restrições de uso durante a gravidez. Na realidade, a maca-peruana mantém altos os níveis de progesterona e deixa os hormônios em equilíbrio, o que é benéfico para uma mulher grávida que está em seu primeiro trimestre de gestação. A grande quantidade de sais minerais, aminoácidos e vitaminas na raiz também a tornam um suplemento pré-natal nutricional.

História e curiosidades

Os conquistadores espanhóis, por recomendação dos nativos, começaram a utilizar a maca após perceberem que a reprodução de animais havia ficado abaixo da média nas montanhas. Após iniciarem o uso, constataram que a fertilidade dos animais aumentou após o consumo da raiz de maca. Recentemente, a maca-peruana ganhou publicidade mundial após alguns estudos apontarem que a erva pode aumentar a resistência masculina durante o ato sexual. A Lepidium spp faz parte família das Brassicaceae.

Referências:
Shin, Byung-Cheul, et al. “Maca (L. meyenii) for improving sexual function: a systematic review.” BMC complementary and alternative medicine 10.1 (2010): 1.
Maca Root – Health Benefits and Side Effects. The Herbal Resource.
Maca Uses, Benefits – Dosage – Drugs.com Herbal Database.
Maca. Memorial Sloan Kettering Cancer Center
University of Michigan. Maca.
Canales, Marco, et al. “[Nutritional evaluation of Lepidium meyenii (MACA) in albino mice and their descendants].” Archivos latinoamericanos de nutricion 50.2 (2000): 126-133.
Maca Benefits. Herbs Wisdow.
Maca Nutriction Facts. The Maca Team.
Gonzales, Gustavo F. “Ethnobiology and ethnopharmacology of Lepidium meyenii (plant from the Peruvian highlands.” Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine 2012 (2011).
The Benefits of MacaPower. Livestrong.
Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine: Ethnobiology and Ethnopharmacology of Lepidium Meyenii, a Plant From the Peruvian Highlands.
Shin, Byung-Cheul, et al. “Maca (L. meyenii) for improving sexual function: a systematic review.” BMC complementary and alternative medicine 10.1 (2010): 1.
Gonzales, Gustavo F., et al. “Maca (Lepidium meyenii Walp), a review of its biological properties.” Revista Peruana de Medicina Experimental y Salud Pública 31.1 (2014): 100-110.
Maca Benefits and Information. Herbs Wisdow.
Maca Root Benefits. Livestrong.