Anisosperma passiflora (CASTANHA-MINEIRA)

ANISOSPERMA PASSIFLORA VELL. SILVA MANSO

Nomes populares

Castanha-mineira, castanha-de-bugre, castanha-de-jatobá, cipotá, fava-de-Santo-Inácio, fruto-amargoso, jabutá, jatobá-verdadeiro, maracujá-de-periquito, nhadiroba.

Sinônimos botânicos

Fevillea passiflora

Família

Cucurbitaceae

Partes usadas

Sementes.

Usos tradicionais

Constipações intestinais, dispepsia, fermentação estomacal, gases intestinais, gastroenterite, icterícia, inchaços, má digestão,

Propriedades medicinais da Anisosperma passiflora

Amargo (possui sabor áspero, não doce, frequentemente desagradável)
Colagogo (contrai a vesícula biliar e estimula a evacuação da bílis para o intestino, facilitando a digestão de alimentos gordurosos)
Estimulante (produz um aumento temporário da atividade funcional de um organismo ou de qualquer parte dele)
Laxativo (trata a constipação intestinal e a prisão de ventre)
Purgativo (facilita a evacuação das fezes)
Tônico Estomacal (favorece a digestão e pode até estimular o apetite em alguns casos)

Preparações

Chá.

Contraindicações e efeitos colaterais

O uso é contraindicado para pacientes com diurese, vez que há o risco de acelerar tal processo e causar desidratação. Pessoas com anorexia também devem evitar o uso, vez que a castanha-mineira possui propriedades inibidoras de apetite. Da mesma forma, efeitos estimulantes são aversos para pacientes hipertensos. Mulheres grávidas e lactantes só devem consumir sob recomendação e supervisão médica.

Fitoquímicos

A castanha-mineira possui alcaloides, anisospermas, óleo essencial, dentre outras substâncias químicas.

Curiosidades

– A castanha-mineira é usada na medicina alternativa para o tratamento de problemas relacionados à má digestão, incluindo dispepsia e distúrbios gastrointestinais. É útil para afecções que atingem o estômago, incluindo alívio constipações intestinais, diminuição da fermentação estomacal e formação de gases (flatulências).

– A Anisosperma passiflora é nativa de diversas regiões do Brasil, sendo encontrada desde o Sudeste até a Amazônia. Trata-se de uma trepadeira de caule forte e ramos nodosos com cerca de 8 centímetros de diâmetro. Possui pelos de coloração levemente prateada. As folhas são inteiras, ovais e pecioladas. As flores da castanha-mineira possuem a cor verde ou branca, são pequenas e crescem em formato de pedúnculos. Os frutos são grandes (aproximadamente do mesmo tamanho que uma laranja), possuem a superfície lisa e pequenas verrugas irregulares. Abrigam as sementes que pode alcançar 45 milímetros de comprimento.

Saiba mais

Castanha-mineira: benefícios e propriedades medicinais

Referências:
Plantas Medicinais Brasileiras. Registro de Plantas Medicinais Brasileiras baseado em bibliografia entre 1850 e 1960. Plmed Brasil.
BARBOSA JÚNIOR, Ademir. “Guia prático de plantas medicinais.” (2005).
Foto: Paulo Schwirkowski.

Comentários

1 comentário

  1. Marusania Regina Rezende

    Bom dia, faz tempo que procuro adquirir a castanha mineira e não consigo. Moto em Goiânia e por aqui ninguém conhece essa planta. Estou com esperança que vocês me indiquem onde posso adquirir a planta ou a informação de alguma farmácia que manipule. Desde já agradeço.

Comentar

QUER MAIS ?

Você pode se interessar por algumas de nossas publicações mais populares. Para isso, é só clicar em algum dos links abaixo para acessar gratuitamente:

(CLIQUE NO TÍTULO PARA ACESSAR)

Você também pode aproveitar e usar o nosso cupom MEDICINA10 para ganhar 10% de desconto em mais de 300 produtos naturais selecionados!  

Medicina Natural
Folhas