Azedinha: benefícios e propriedades medicinais


A azedinha (Rumex acetosella) é uma planta medicinal também conhecida como acedrilla, azeda, azeda-brava, azeda-do-campo, erva-azeda, erva-vinagreira, língua-de-andorinha, língua-de-vaca, red sorrel, sheep’s sorrel, sour weed (inglês), dentre outros nomes populares. Inclui o sinônimo botânico Rumex acetosa. Pertence à família Polygonaceae.


Benefícios da azedinha

A azedinha é um ingrediente presente na fórmula do popular remédio anticâncer herbal conhecido como Essiac. O medicamento herbal era originalmente uma fórmula dos Ojibwa (Chippewa), um grupo de povos indígenas nativos da América do Norte (Canadá e Estados Unidos). Na década de 1920 a enfermeira canadense René Caisse encontrou a esposa de um prospector que sobreviveu a um câncer de mama e a revelou a receita do chá herbal. René denominou a fórmula de Essiac (anagrama de Caisse soletrado de trás para frente).

A raiz da azedinha é rica em resveratrol, um importante antioxidante que previne o envelhecimento precoce e problemas no metabolismo. É muito útil no combate a diversos tipos de inflamações, podendo ser usada como auxiliar no tratamento do câncer. Possui a capacidade de reduzir a pressão arterial, sendo indicada para hipertensos. Em alguns países, a azedinha crua é usada no pós-parto para aliviar a área reprodutiva da mulher e prevenir infecções.

O suco ou cataplasma da planta e aplicado em acnes, lombrigas, febre e feridas. As folhas podem ser acrescentadas a saladas, sopas e guisados, vez que proporcionam um gosto levemente azedado à comida. As características refrescantes da azeda a tornam ideal para a produção de bebidas. A azedinha é composta de ácido oxálico, ácido tartárico, antraquinonas (chrysophanol, emodina), betacaroteno, cálcio, quercitina, resveratrol, taninos, vitaminas B e C e vitexina, além de outros nutrientes em menores quantidades.

Anti-Inflamatórios Naturais Anti-Inflamatórios Naturais Suplementos eficazes para aliviar e curar inflamações nos tecidos.
Libiforce Libiforce Man Estimulante sexual masculino sem contraindicações. Fórmula exclusiva.
Antirreumaticos Antirreumáticos Suplementos naturais para aliviar dores articulares, artrite, artrose, gota e reumatismo.
Maca-Peruana Maca-Peruana Em Cápsulas e Pó. Rica em nutrientes. Aumenta a libido, desejo sexual e vigor.
Sucupira Sucupira em Cápsulas Alivia dores de artrite/reumatismo e controla o diabetes

Chá de azedinha

Dentre as principais propriedades medicinais do chá de azedinha se destacam as suas ações antibacterianas, antiescorbúticas, anti-inflamatórias, antipiréticas, antissépticas, cicatrizantes, hepática, laxantes, dentre outras. Além disso, a azedinha é amplamente conhecida por suas ações anticâncer.

Ingredientes

  • 2 colheres de folhas de azedinha picada
  • 250 ml de água

Modo de preparo

  • Coloque a água em uma chaleira e leve ao fogo.
  • Quando ela começar a ferver desligue o fogo.
  • Acrescente a azedinha.
  • Tampe a mistura e deixa abafada por cerca de 10 minutos.
  • Coe e reserve.

Para obter os resultados positivos, consuma a o chá ao longo do dia.

Contraindicações e efeitos colaterais da azedinha

A (Rumex acetosella possui ácido oxálico em sua composição. O alto teor de ácido oxálico no organismo pode conduzir a formação de pedras nos rins. O uso deve ser ocasional e a mesma não deve ser utilizada por pacientes que sofrem de cálculos renais, gota e reumatismo. O consumo em excesso pode comprometer a digestão e causar efeitos adversos, incluindo vômitos, diarreia, dificuldade de engolir e urinar. Por questões de segurança, gravidas e lactantes devem evitar o uso.

História e curiosidades

A Rumex acetosa é uma planta perene e rasteira de folhas longas. Pode atingir no máximo 60 centímetros de altura. Suas flores são extremamente pequenas possuindo no máximo 3 milímetros de diâmetro. Cresce em qualquer tipo de solo, contudo, se desenvolve melhor em solos ricos em ferro, tais como terrenos úmidos próximos a bosques e locais de sombra perto cursos de água. A espécie Rumex acetosa (azedinha-de-jardim) é muito semelhante à Rumex acetosella, contudo, possui um tamanho maior.

Referências:
Rumex Acetosa — Sorrel. Henriette’s Herbal Homepage
Rumex acetosella L. subsp. angiocarpus (Murb.) Murb. Biorede.pt.
Sorrel. WebMD.
Lee, Nam-Jae, et al. “Antimutagenicity and cytotoxicity of the constituents from the aerial parts of Rumex acetosa.” Biological and Pharmaceutical Bulletin 28.11 (2005): 2158-2161.
Kucekova, Zdenka, et al. “Phenolic compounds from Allium schoenoprasum, Tragopogon pratensis and Rumex acetosa and their antiproliferative effects.” Molecules 16.11 (2011): 9207-9217.

Comentários

Comentar