Centáurea-menor: benefícios e propriedades medicinais

A centáurea-menor (Centaurium erythraea) é uma planta medicinal também conhecida como centáurea, erva-da-febre, fel-da-terra, planta-da-febre common centaury (inglês), dentre outros nomes populares. Inclui o sinônimo botânico Centaurium minus. Pertence à família Gentianaceae.

Benefícios da centáurea-menor

Uma das características que tornam a centáurea conhecida é sua capacidade antipirética, ou seja, ela alivia os sintomas da febre. Também é indicada em casos de falta de apetite e para melhorar o processo de digestão, vez que seu sabor amargo que estimula o apetite, além de produzir secreções gástricas. Para estimular o apetite e melhorar a digestão, deve ser consumida como um tônico amargo aproximadamente 10 minutos antes das refeições. Ainda por ser um estimulante de apetite, é usada no tratamento complementar em casos de anorexia.

A centáurea-menor possui propriedades levemente laxantes, sendo de grande auxílio para pessoas que sofrem com prisão de ventre. Também promove a circulação e possui um efeito tônico nos vasos sanguíneos. Na medicina popular, a decocção é aplicada em feridas, sardas, manchas na pele e piolhos de cabeça. Na culinária, é usada para fazer vermute e outros licores amargos. Antigamente, foi usada para o tratamento de malária. A centáurea é considerada como um Remédio Floral de Bach.

Como preparar o chá de centáurea-menor

O chá, feito de um modo simples, é a forma ideal para as pessoas obterem as propriedades positivas da centáurea-menor. O gosto do chá é extremamente amargo, contudo, o sabor é responsável pelas características medicinais da planta. Em função disso, a infusão não deve ser adoçada.

Sucupira Sucupira em Cápsulas Alivia dores de artrite/reumatismo e controla o diabetes
Crajiru (Pariri) Crajiru (Pariri) O chá de pariri é um poderoso chá para o tratamento do câncer.
Antidiabéticos Insulinas VegetaisAntidiabéticos que agem como hipoglicemiantes e insulinas vegetais
Maca-Peruana Maca-Peruana Em Cápsulas e Pó. Rica em nutrientes. Aumenta a libido, desejo sexual e vigor.
Libiforce Libiforce Man Estimulante sexual masculino sem contraindicações. Fórmula exclusiva.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de fel, podendo ser fresca ou seca.
  • 1 litro de água filtrada.

Modo de preparo

  • Misture os dois ingredientes.
  • Leve ao fogo em uma chaleira.
  • Quando ferver, desligue o fogo,
  • Após desligado deixe a mistura tampada e abafada por cerca de 10 minutos.
  • Coe o chá e o mesmo estará pronto para o consumo.

Contraindicações e efeitos colaterais da centáurea-menor

Gestantes e lactantes devem evitar o uso da planta. Pessoas com problemas no fígado, que sofrem com hipertensão e má coagulação sanguínea também devem evitar o uso. A centáurea não deve ser consumida em excesso, vez que pode causar distúrbios gastrointestinais.

História e curiosidades

O nome centáurea é derivado da lenda que dizia que o centauro Chiron, quando ferido por uma seta envenenada, se curou usando a Centaurium erythraea. Chiron era considerado na mitologia grega como sendo o mais sábio e justo dentre os centauros.

A Centaurium erythraea é nativa da Europa, especificamente da região mediterrânea, onde cresce geralmente em solos pobres de nutrientes e em clareiras, contudo, pode também pode ser encontrado em algumas regiões dos Estados Unidos. A centáurea se constitui em um caule ereto, cujo tamanho pode variar de 10 à 50 centímetros de altura. Possui muito ramos que dão origem a folhas e flores. As folhas são lisas e possuem a coloração verde-claro, já as flores possuem uma leve cor rosa, são dividas em cinco pétalas e podem alcançar no máximo 8 milímetros de comprimento. É nas flores que estão concentradas as suas propriedades medicinais.

MACA-PERUANA COM ÓLEO DE CÁRTAMO Maca Peruana Prime 1000mg
SUPLEMENTO PARA CONTROLAR O ESTRESSE Mild Mag
PODEROSO CHÁ PARA O TRATAMENTO DO CÂNCER Crajiru (Pariri) Chá 15g
ATUA EM MAIS DE 50 CONDIÇÕES DE SAÚDE Óleo de Copaíba em Cápsulas
SHAMPOO CONCENTRADO DE BABOSA Shampoo de Aloe vera 300ml
Referências:
Centaurium erythraea – Rafn. Plants for a Future.
Haloui, Mounsif, et al. “Experimental diuretic effects of Rosmarinus officinalis and Centaurium erythraea.” Journal of Ethnopharmacology 71.3 (2000): 465-472.
Kumarasamy, Y., et al. “Bioactivity of secoiridoid glycosides from Centaurium erythraea.” Phytomedicine 10.4 (2003): 344-347.

Comentários

Comentar