Kava kava: benefícios e propriedades medicinais

O kava kava (Piper methysticum) é uma planta medicinal também conhecida como kava, kawa-kawa, cava, cavacava, waka, wati e yogona. Pertence à família das Piperaceae.

Benefícios do kava kava

O kava kava possui diversas propriedades medicinais, incluindo: analgésica; sedativa, antidepressiva, relaxante, antisséptica, anestésica, ansiolítica, antiespasmódica, antimicóticas; anticonvulsivantes e antimicrobianas. Pesquisas apontam que, em função de tais propriedades, o kava kava pode ser usado para o tratamento de diversos distúrbios mentais, incluindo a depressão, estresse, ansiedade, insônia e síndrome do pânico. Além disso, ela tem um efeito relaxante sobre músculos esqueléticos sem afetar os músculos respiratórios.

É considerada mais segura do que uma série de medicamentos sintéticos. Estudos apontaram que a duração de seus efeitos é maior do que alguns medicamentos populares, como, por exemplo, o Diazepam. O kava é uma excelente alternativa de tratamento para pessoas que sofrem de dores de cabeça, enxaqueca, infecções urinárias, dores musculares, ansiedade, cansaço e agitação nervosa. Alguns estudos confirmam que a sua ação química é bem semelhante a dos medicamentos benzodiazepínicos (farmacêuticos usados para combater ansiedade e insônia), mas sem os efeitos colaterais prejudiciais causados por estes tipos de remédios.

O kava kava é um relaxante ósseo e muscular e também acalma o sistema nervoso central. É muito comum fazer o chá ou cozinhar a erva com leite de coco para assimilar mais facilmente, vez que a Piper methysticum é solúvel. O kava é muito consumido antes de dormir, vez que induz sono agradável e tranquilo. Ajuda a reduzir a velocidade da taxa de batimentos cardíacos e a respiração. Na medicina alternativa, é aplicado em compressas ou cataplasmas sobre feridas doloridas para agir como um antisséptico e agir na cura.

Melatonina MelatoninaDurma melhor e com mais qualidade. Adquira o hormônio do sono.
Antidiabéticos Insulinas VegetaisAntidiabéticos que agem como hipoglicemiantes e insulinas vegetais
Emagrecedores Emagrecedores Suplementos naturais para inibir o apetite e queimar gorduras
Sucupira Sucupira em Cápsulas Alivia dores de artrite/reumatismo e controla o diabetes
Anti-Inflamatórios Anti-Inflamatórios Naturais Suplementos eficazes para aliviar e curar inflamações nos tecidos.

Como utilizar o kava kava

A erva pode ser usada de diferentes maneiras, contudo, o pó e o chá são as formas mais comuns. Ambos são feitos da raiz, que pode ser encontrada na forma de extrato em casas de produtos naturais. Contudo, é preciso tomar cuidado na hora de consumir a planta. É importante sempre de consultar um especialista antes de começar a utilizar o cava, vez que a dosagem diária não deve ultrapassar 120mg. Ingerir dosagens maiores do que a recomendada pode causar efeitos colaterais.

Remédio Natural Para Parar de Fumar

O Kit Antitabagismo De Bem Com Você foi desenvolvido para minimizar os principais sintomas da abstinência de nicotina de forma segura e tranquila. Muitos usuários conseguiram parar de fumar e comprovaram a sua eficácia, relatando grandes mudanças em suas vidas. Os produtos do kit antitabagismo são compostos com extratos naturais, que proporcionam aumento do bem-estar durante todo o processo.

Kit Antitabagismo Kit AntitabagismoPare de fumar sem sofrer os sintomas da abstinência.

Contraindicações e efeitos colaterais da kava kava

A kava kava pode causar uma série de efeitos colaterais quando ingerida em grandes quantidades. Uma das consequências mais comuns é o aparecimento de lesões no fígado que podem se tornar graves com o tempo. O uso prolongado ou superdosagem também pode gerar outros aversos, tais como cansaço, insuficiência hepática, adinamia, espasmos musculares, distonia e movimentos musculares involuntários. Em alguns casos, pode causar icterícia, condição de saúde que faz com que as unhas e pele do paciente fiquem de cor amarelada.

Alguns grupos específicos de pessoas também devem evitar consumir o cava, dentre eles: gestantes, lactantes, portadores do Mal de Parkinson, menores de 12 anos de idade e indivíduos que façam tratamentos para doenças hepáticas ou que usem antidepressivos. De modo geral, o ideal é sempre buscar orientação médica antes de consumir a kava kava. Tenha sempre em mente que apenas o especialista poderá avaliar o seu quadro e indicar a melhor forma de tratamento.

História e curiosidades

Originária da Polinésia, ao Sul do Oceano Pacífico, o arbusto pode atingir até 10 metros e possui folhas em formato de coração. Segundo registros históricos, o seu uso dentro da medicina data pelo menos três milênios. É usada com muito sucesso por pacientes que desejam combater o alcoolismo ou parar de fumar.

Nativos das ilhas polinésias usavam a Piper methysticum para preparar bebidas especiais que eram consumidas em datas como casamentos, funerais e nascimentos. As raízes e folhas eram mascadas até que uma massa firme se formasse na boca. Em seguida, a mistura era cuspida em uma vasilha e outros ingredientes como água, leite de coco e sucos de frutas eram acrescentados. O kava também era muito usada em diversos rituais e cerimonias religiosas, pois, graças as suas substâncias relaxantes ela causava uma espécie de transe entre os envolvidos.

A exportação teve início em 1775. Em uma viagem de exploração, um dos tripulantes europeus que visitava as Ilhas da Oceania teve conhecimento das propriedades medicinais e resolveu exportar a Piper methysticum para outros países. De lá para cá ela se tornou cada vez mais popular e hoje pode ser encontrada em diversos países, incluindo o Brasil, o Canadá, o Reino Unido e a Austrália. Seu cultivo também foi ampliado para outros lugares do mundo.

COLÁGENO HIDROLISADO DE ALTA QUALIDADE Be Slim Colágeno
ATUA EM MAIS DE 50 CONDIÇÕES DE SAÚDE Óleo de Copaíba em Cápsulas
MIX COMPLETO DE ANTIOXIDANTES E FIBRAS Be Beauty Dtoxx
TRATA ARTRITE, DORES E INFLAMAÇÕES Composto Anti-Inflamatório
ANTIOXIDANTE / FORTALECE O SISTEMA IMUNE Dente de Leão em Cápsulas
Referências:
Barbosa, Diomara Resende, L. Lenardon, and Anette Kelsei Partata. “Kava-kava (Piper methysticum): uma revisão geral.” Rev. Cien. ITPAC 6.3 (2013): 1-19.
Klohs, M. W., et al. “A chemical and pharmacological investigation of Piper methysticum Forst.” Journal of Medicinal Chemistry 1.1 (1958): 95-103.
Münte, T. F., et al. “Effects of oxazepam and an extract of kava roots (Piper methysticum) on event-related potentials in a word recognition task.” Neuropsychobiology 27.1 (1993): 46-53.

Comentários

Comentar

QUER MAIS ?

Você pode se interessar por algumas de nossas publicações mais populares. Para isso, selecionamos uma postagem especial para você aproveitar antes de ir. Clique no link abaixo e dê uma conferida :)

(CLIQUE NO TÍTULO PARA ACESSAR)

Você também pode aproveitar e usar o nosso cupom MEDICINA10 para ganhar 10% de desconto em mais de 300 produtos naturais selecionados!  

Medicina Natural
Folhas