Condurango: benefícios e propriedades medicinais

O condurango (Marsdenia condurango) é uma planta medicinal também conhecida como condurango-branco-verdadeiro, cundurango, videira-de-águia, cipó-de-condor, bejuco de sapo e bejuco del cóndor (espanhol) e condor plant (inglês). Inclui os sinônimos botânicos Marsdenia reichenbachii, Gonolobus condurango e Echites acuminata. Pertence à família Asclepiadaceae.

Benefícios do condurango

A raiz contém um óleo essencial composto por uma grande quantidade de fitoesteróis, taninos, resina, alcaloides e glicosídeos amargos, incluindo a condurangina, o mais importante princípio ativo da planta. Traz mais benefícios quando utilizada como antiemético (alivia os sintomas relacionados com o enjoo, náuseas e vômitos) e acalma os espasmos estomacais. A casca é usada em forma de chá, tintura ou cápsulas. Em estudos com animais, apresentou propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Em estudos de tubo de ensaio, foi indicado ação contra a micobactéria que causa a tuberculose.

Os princípios amargos presentes na planta estimulam secreções digestivas. O látex presente na erva é aplicado em verrugas, mas não é usado interiormente, pois é cáustico. O uso do cipó-de-condor como tônico digestivo foi validado em meados dos anos 1980, quando cientistas relataram que a planta aumentou a quantidade de enzimas digestivas e sucos estomacais.

Contraindicações e efeitos colaterais do condurango

Pessoas com alergia ao látex podem apresentar reações alérgicas ao consumir o chá da erva.

Curiosidades

O condurango é uma trepadeira lenhosa resistente encontrada nas florestas tropicais, montanhas altas e florestas acima de 2.000 metros de altitude, contudo, também é encontrada na Amazônia. É originária das encostas Cordilheira dos Andes, na Colômbia, Equador e Peru.

A videira atinge cerca de 30 metros de comprimento e produz folhas aveludadas em forma de coração, pequenas e esverdeadas. Possui cerca de 2 metros de diâmetro. Os nomes populares videira-de-águia e cipó-de-condor se deve ao fato de que as imponentes águias condor utilizam a videira como poleiro e para fazer os seus ninhos.

Referências:
Sikdar, Sourav, et al. “Ethanolic extract of Condurango (Marsdenia condurango) used in traditional systems of medicine including homeopathy against cancer can induce DNA damage and apoptosis in non small lung cancer cells, A549 and H522, in vitro.” TANG [HUMANITAS MEDICINE] 3.1 (2013): 9-1.
De las Heras, B., et al. “Antiinflammatory and antioxidant activity of plants used in traditional medicine in Ecuador.” Journal of ethnopharmacology 61.2 (1998): 161-166.

Comentários

1 comentário

Comentar