Agrião: benefícios, efeitos e propriedades medicinais

O agrião (Nasturtium officinale) é uma verdura muito consumida na culinária, sendo também conhecido como agrião-comum, agrião-da-água, agrião-verdadeiro, pimenta-da-água; brooklime, brown cress, scurvy grass, tall nasturtium, watercress (inglês), dentre outros nomes populares. Pertence à família Brassicaceae.

Benefícios do agrião

As folhas do agrião concentram a maior parte das suas propriedades medicinais, incluindo ações antiescorbúticas, depurativas, diuréticas, estimulantes, hipoglicemiantes, odontálgicas, purgativas. A verdura é rica em vitaminas e minerais, sendo muito consumido na alimentação diária dos brasileiros. O alto teor de vitamina C em sua composição faz com que seja ideal para o combate de diversas doenças crônicas e auxilie no fortalecimento do sistema imunológico. Os brotos secos possuem capacidades laxantes e germicidas.

O suco das folhas, quando usado externamente, ajuda no tratamento de dores no tórax e rins, além de ser eficaz contra inflamações na pele. Em forma de cataplasmas, basta embeber uma gaze limpa no suco do agrião e aplicar nas áreas afetadas. Quando bem higienizado, pode ser consumido cru (deve-se lavar muito bem, vez que a planta pode abrigar parasitas caso seja cultivado em água contaminada).

Como consumir o agrião?

Na culinária, as folhas são muito usadas em saladas, sanduíches, refogados, frituras e como uma guarnição. Existem varias maneiras de preparar a verdura para aproveitar as suas propriedades medicinais:

Saladas: para o uso em saladas é preciso que o agrião seja higienizado. Para o seu preparo você pode acrescentar limão e sal.

Sucos: para fazer o suco basta separar um punhado de folhas e bater com água no liquidificador. Após isso, coe a misture e beba diversas vezes durante o dia.

Contraindicações e efeitos colaterais do agrião

Mulheres grávidas no inicio da gestação devem evitar o consumo, vez que a erva pode causar irritação no sistema urinário de gestantes e agir como um abortivo. Pessoas mais sensíveis pode sofrer de irritações no estômago, quando consumido em doses excessivas.

História e curiosidades

O nome de gênero, Nasturtium, é derivado do latim “nasus tortus“, em referência as propriedades pungentes. Antigamente, as pessoas eram aconselhadas a consumir a erva pois o mesma era considerada como um tônico cerebral. O agrião de nome popular inclui os sinônimos botânicos Nasturtium microphyllum. Antigamente, a Nasturtium officinale era conhecida cientificamente como Rorippa nasturtium-aquaticum e Rorippa microphylla.

O agrião é uma planta de origem asiática e europeia que cresce perfeitamente em lugares com bastante sol e em solos férteis e inundados. Precisa ser bastante irrigado e adubado. Trata-se de uma planta perene e herbácea que cresce rapidamente. Seu caule é carnoso, glabro e possui a cor verde. Pode atingir até 70 centímetros de altura. Suas folhas são verdes, alternadas e pinadas. As raízes surgem nos nós do caule da planta que permanece submerso. Suas flores são na cor branca, possuem quatro pétalas e florescem no verão.

Referências:
Medicinal Herbs: Watercress – Nasturtium officinale.
Yazdanparast, Razieh, Seifollah Bahramikia, and Amin Ardestani. “Nasturtium officinale reduces oxidative stress and enhances antioxidant capacity in hypercholesterolaemic rats.” Chemico-Biological Interactions 172.3 (2008): 176-184.

Comentários

Comentar