Jasmim: benefícios e propriedades medicinais

O jasmim (Jasminum officinale), é uma flor muito popular, tanto na área de flores ornamentais, quanto na área da medicina natural, sendo também conhecido como jasmin, jasmim-amarelo, jasmim-branco, jasmim-dos-poetas, jasmim-da-China, jasmim-de-São-José, jasmim-da-Espanha, jasmim-da-Itália, jasmineiro e jasmine (inglês). Inclui os sinônimos botânicos Jasminum sambac e Jasminum grandiflorum. Pertence à família das Oleaceae.

Benefícios do jasmim

Além de ser aromatizante, estudos apontam que o jasmim é um excelente revigorante, calmante, rejuvenescedor, relaxante e afrodisíaco. A planta é indicada para o tratamento de irritações e coceiras na pele, bem como contrações musculares, dores de cabeça e, até mesmo, depressão. Também é considerado um analgésico natural devido suas propriedades relaxantes. Por conta disso, pode ser usado para aliviar os sintomas da menopausa e da TPM, incluindo as ondas de calor e as constantes mudanças de humor.

Suas substâncias anti-inflamatórias e antissépticas também fazem da erva uma ótima opção para o tratamento de feridas. Isso sem contar na sua ação expectorante que a torna ideal para combater e acelerar o processo de cura de gripes e resfriados. Por ser calmante, atua como um regulador da produção hormonal, tornando eficaz no tratamento de doenças como a depressão, ansiedade e depressão pós-parto. O Jasminum officinale é composto de ácido salicílico, vanilina, benzaldeído, l-a-terpineol, cicerose, resina, creosol, quinolina, ésteres, nerol, jasmone, eugenol, jasmineno, farsenol, índole, fitol e geraniol.

Como usufruir das propriedades aromáticas do jasmim?

O jasmim é uma planta bastante versátil, podendo ser usado medicinalmente de diferentes maneiras. Como aromatizador, o ideal é usar duas gotas no difusor elétrico (quantidade suficiente para aromatizar um ambiente inteiro). Para usufruir das propriedades calmantes do jasmins, o ideal é pingar de três a quatros gotas na roupa de cama antes de dormir, vez que isso ajudará a ter um ciclo de sono tranquilo e pode até melhorar a relação sexual, vez que as propriedades aromáticas são também caracterizadas como afrodisíacas.

Para dar um cheirinho gostoso nos cremes, o ideal é acrescentar cinco gotinhas para cada 60 gramas. O ideal é usar cremes de base neutra, evitando assim, que o aroma seja modificado. Outra maneira de usar a flor é no colar aromático. Para isso, basta fazer um saquinho com algodão ou sagu e pingar duas gotas de óleo essencial. Depois a trouxinha pode ser levada dentro da bolsa ou outro acessório e o aroma ajudará o portador a ser manter mais tranquilo e relaxado.

Como fazer o chá de jasmim

O chá ainda é a maneira mais popular e fácil de se consumir a planta. Tradicional da China, essa bebida aromática é ideal para quem deseja relaxar após um dia estressante, ou, apenas garantir uma noite de sono mais tranquila e sadia. Apesar do jasmim ser extremamente benéfico, sempre tome cuidado ao consumi-lo. O ideal é sempre procurar a orientação de um especialista, e comprar a planta em casas especializadas. Uma boa opção também é cultivar a erva em casa.

O ideal é fazer o chá com flores secas, mas as flores frescas também são seguras para o consumo. Para fazer o chá de jasmim você deve ferver uma xícara de água e depois acrescentar uma colher de jasmins, de forma seca ou in natura. Em seguida, abafe a xícara com um pires ou tampa por cerca de três minutos. Após essa infusão, coe, filtre a bebida e o chá estará pronto. Você pode consumir o chá sempre que desejar relaxar.

Contraindicações e efeitos colaterais do jasmim

Apesar de não existirem relatos de efeitos colaterais e intoxicação pelo uso excessivo da planta, o ideal é que pessoas que sofram de alergias à plantas da família das Oleáceas não usem produtos que possuam a erva como base.

História e curiosidades

Originário da Índia, o jasmim é uma planta ornamental muito popular cultivada em diferentes partes do mundo. O óleo essencial é usado em perfumes, sabões e loções. O óleo puro possui um preço bastante elevado. É conhecida não apenas por suas propriedades medicinais, mas, também, pelo seu aroma, um dos mais populares em todo o mundo. Desta forma, é um ingrediente comum em aromatizantes. Além disso, é bastante usada em óleos essenciais, sendo comum entre profissionais de aromaterapia.

Referências:
Wei, Alfreda, and Takayuki Shibamoto. “Antioxidant activities and volatile constituents of various essential oils.” Journal of agricultural and food chemistry 55.5 (2007): 1737-1742.
Jasmin: tipos, usos medicinais, como fazer o chá. Green Me.
Teerarak, Montinee, Chamroon Laosinwattana, and Patchanee Charoenying. “Evaluation of allelopathic, decomposition and cytogenetic activities of Jasminum officinale L. f. var. grandiflorum (L.) Kob. on bioassay plants.” Bioresource Technology 101.14 (2010): 5677-5684.

Comentários

Comentar