Licopus: benefícios e propriedades medicinais

O licopus (Lycopus europaeus) é uma planta medicinal também conhecida como corneta-d’água, corneta-doce, erva-cigana (gypsywort), bugleweed (inglês), dentre outros nomes populares. Inclui os sinônimos botânicos Lycopus americanus e Lycopus virginicus. Pertence à família Lamiaceae.

Benefícios e propriedades medicinais do licopus

O licopus é muito conhecido por apresentar um aroma de menta e um sabor amargo, além de possuir diversas propriedades medicinais tradicionais, sendo usado para o tratamento natural de diversos problemas de saúde, tais como ansiedade, catarro, contusões, palpitações, hipertireoidismo, palpitações e tosse. Alguns estudos acreditam que o licopus pode ser usado usado para substituir alguns medicamentos, como o PTU e o Metimazol, fármaco antitireoidiano usado no tratamento do hipertireoidismo ou tireotoxicose.

Além disso, é muito usado na contenção da conversão do iodo pela glândula da tireoide, o que ocasiona no tratamento de forma natural do hipertireoidismo e de outras doenças relacionadas. Um dos principais usos na medicina popular é a garantia da redução da atividade da tireoide que é demasiadamente ativa, além ainda de garantir a desaceleração do coração, que normalmente acompanha essa condição. A erva é capaz de acalmar os batimentos cardíacos e o pulso, garantindo a redução de diversas palpitações auxiliares.

Na medicina alternativa, é mais utilizada quando combinada com outros tipos de ervas que apresentam algumas propriedades demulcentes. Trata-se de uma planta medicinal muito indicada para o tratamento natural do hipertireoidismo, principalmente quando os sintomas incluem sintomas como falta de ar, palpitações e tremores. A erva é capaz de agir na redução da quantidade do hormônio produzido pela tireoide, o qual é reduzido pelo fato da existência de alguns tipos de ácidos. É capaz também de reduzir a tiroxina hormônio da tireoide, ou também conhecido como T3. Além disso, consegue impedir a ação de anticorpos que estão ligados as células da tireoide.

Contraindicações e efeitos colaterais do licopus

O uso é contraindicado durante a gravidez, vez que pode acabar trazendo problemas para o bebê.

História e curiosidades

O Lycopus europaeus é uma erva perene, que possui uma haste quadrada e peluda, capaz de atingir quase um metro de altura. Normalmente, as folhas são todas dispostas de uma maneira oposta, com lâminas ovuladas e em formato de lança com bordas dentadas. A planta possui muitas folhas verdes. A espécie se desenvolve em lugares mais sombreados e úmidos, sendo bastante comum em zonas ribeirinhas, incluindo florestas e pântanos.

Referências:
Hiller, E., and E. Girod. “Experimental studies on the effect of concentrates of Lycopus europaeus on thyroid gland with special reference to the histology of iodine metabolism.” Arzneimittel-Forschung 4.6 (1954): 380-388.
Vonhoff, Christian, et al. “Extract of Lycopus europaeus L. reduces cardiac signs of hyperthyroidism in rats.” Life sciences 78.10 (2006): 1063-1070.
Beer, A-M., Kchmid R. Wiebelitz, and H. Schmidt-Gayk. “Lycopus europaeus (Gypsywort): Effects on the thyroidal parameters and symptoms associated with thyroid function.” Phytomedicine 15.1-2 (2008): 16-22.

Comentários

Comentar