Madressilva: saiba para que serve o óleo

Madressilva - Lonicera japonica

Conheça os benefícios, efeitos colaterais, indicações e propriedades medicinais da madressilva (Lonicera japonica), planta utilizada na medicina asiática.

Atualizado em 19/09/2022

A madressilva (Lonicera japonica) é uma planta medicinal também conhecida como madressilva-das-boticas, madressilva-japonesa, honeysuckle (inglês), dentre outros nomes populares. Inclui os sinônimos botânicos Lonicera caprifolium e Lonicera periclymenum. A madressilva é um Remédio Floral de Bach, e o nome é devido a antiga prática de crianças que chupavam o néctar das flores, que concentram as propriedades medicinais da planta.

Benefícios e propriedades medicinais da madressilva

As ações antibacterianas, anti-inflamatórias e calmantes da madressilva são amplamente conhecidas, além de suas ações antitumor, antipiréticas, diuréticas, expectorantes e laxantes. Os usos tradicionais incluem o tratamento da asma, câncer, congestão linfática, laringite, queimaduras, tosse e úlceras. As flores são usadas na medicina tradicional chinesa para tratar diarreia, febres, infecções da pele e inflamações. As hastes são usadas preferencialmente em condições de pele, incluindo cortes e erupções cutâneas.

A madressilva possui propriedades antibióticas e pode ser usada para tratar infecções causadas por bactérias estreptocócicas e outros tipos de inflamações, proporcionando inclusive um efeito refrescante em inflamações, sensações demasiadas de calor e infecções. Os efeitos expectorantes são úteis para tratar infecções do trato respiratório superior e asma. A flor é eficiente contra vários distúrbios relacionados à digestão. O óleo de massagem possui ação calmante e relaxante. Vários estudos descobriram que os poderosos ácidos e antioxidantes que fazem parte da madressilva combatem os radicais livres e podem ser eficazes na prevenção e tratamento complementar de cânceres e tumores, incluindo o câncer de mama.

Na medicina alternativa, compressas com o óleo são aplicadas em erupções cutâneas, heras venenosas, inchaços e queimaduras de sol. Em forma de gargarejo para dores de garganta e ulcerações. As propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes deste arbusto o tornam um excelente óleo vegetal para prevenir infecções bacterianas.

Composição da madressilva

A Lonicera japonica é composta de vários nutrientes, incluindo carboidratos, fibras dietéticas, vitaminas e minerais. O óleo essencial contém doses significativas de cálcio, magnésio, potássio, rutina, quercitina e vitamina C.

Contraindicações e efeitos colaterais da madressilva

O contato direto com a pele pode causar reações alérgicas em pessoas sensíveis. A madressilva pode retardar a coagulação do sangue, desta forma, há uma leve preocupação de que ela possa aumentar o risco de hemorragia extra durante e após a cirurgia. O uso é contraindicado diarreia aguada, inflamação na área respiratória superior e muco excessivo. Os frutos são tóxicos. As espécies Lonicera caprifolium e Lonicera periclymenum são usadas apenas externamente.

História e curiosidades

O nome de gênero, Lonicera, recorre a Lonicer, médico alemão do século XVI. A Lonicera japonica é nativa do leste da Ásia e do Japão. A flor, a semente e as folhas são usadas na medicina. Existem cerca de 200 espécies de madressilva, das quais três são bem conhecidas por suas propriedades medicinais (além da variedade japonesa, inclui a variedade de madressilva-azul e europeia). A Lonicera japonica faz parte da família Caprifoliaceae.

Referências:
Shang, X., Pan, H., Li, M., Miao, X., & Ding, H. (2011). Lonicera japonica Thunb.: ethnopharmacology, phytochemistry and pharmacology of an important traditional Chinese medicine. Journal of ethnopharmacology, 138(1), 1-21.
Lee, E. J., Kim, J. S., Kim, H. P., Lee, J. H., & Kang, S. S. (2010). Phenolic constituents from the flower buds of Lonicera japonica and their 5-lipoxygenase inhibitory activities. Food chemistry, 120(1), 134-139.
Peng, L. Y., Mei, S. X., Jiang, B., Zhou, H., & Sun, H. D. (2000). Constituents from Lonicera japonica. Fitoterapia, 71(6), 713-715.
Ardó, L., Yin, G., Xu, P., Váradi, L., Szigeti, G., Jeney, Z., & Jeney, G. (2008). Chinese herbs (Astragalus membranaceus and Lonicera japonica) and boron enhance the non-specific immune response of Nile tilapia (Oreochromis niloticus) and resistance against Aeromonas hydrophila. Aquaculture, 275(1-4), 26-33.