Pele seca ou ressecada: causas e tratamento natural

Pele seca- Pele ressecada

Saiba sobre as condições da pele seca (pele ressecada) e tratamento natural a base de dietas de alimentos ricos em vitaminas e cremes hidratantes para a derme.

Atualizado em 17/06/2024

A condição de pele seca ou ressecada é muito comum entre as pessoas. Normalmente, ter a pele ressacada não é uma condição grave, mas pode ser desconfortável e desagradável, vez que favorece o aparecimento de linhas finas e rugas. Contudo, existem algumas atitudes simples que podem ser tomadas para melhorar a condição e aparência da pele.

Por que a pele resseca?

A pele ressecada é caracterizada pela falta de óleo na pele, enquanto a condição de pele desidratada é marcada pela falta de umidade no estrato córneo, a camada mais externa da epiderme, vez que a maioria das células na epiderme possuem grande quantidade de água. O ressecamento do tecido da epiderme pode ocorrer em praticamente qualquer região do corpo, especialmente na pele do rosto: boca, bochechas e sobre os olhos. Problemas crônicos ou graves de pele seca podem requerer a avaliação por um médico especialista em pele (dermatologista).

Causas da pele ressecada

Vários fatores podem contribuir para o ressecamento da pele, incluindo:

  • atividade da glândula tireoide;
  • banhos longos e muito quentes;
  • clima seco de inverno;
  • consumo excessivo de álcool e cafeína;
  • demasiada exposição ao ar-condicionado;
  • doenças de pele, tais como a psoríase;
  • elevada ingestão de sal nos alimentos;
  • exposição prolongada ao sol, frio e vento;
  • fatores genéticos;
  • interações medicamentosas;
  • menopausa;
  • pouca ingestão diária de água;
  • química presente em alguns sabonetes;
  • uso de remédios, incluindo medicamentos para acne, cravos, espinhas etc;
  • velhice, dentre outros.

A aplicação de cremes para pele seca pode ser uma ajuda para melhorara saúde da pele, contudo, existem outros métodos para melhorar a hidratação da pele.

Tratamento natural para pele seca ou ressecada

Alimentos ricos em vitaminas, minerais e proteínas são úteis para a hidratação da pele. Uma dieta saudável em alimentos que contenha vitamina A, C e E e vitaminas do complexo B pode trazer inúmeros benefícios para a pele em geral. Estes nutrientes podem ser encontrados vários alimentos, como cenoura, peixe, ovos, arroz, nozes, ervilhas, legumes, cogumelos e vários outros tipos de leguminosas e frutas frescas. Na fitoterapia, cremes caseiros, feitos com frutas como abacate, banana, uvas, babaçu e mamão podem ser aplicados na pele como hidratantes naturais.

Alguns hábitos simples que podem ser incorporados no dia a dia podem ajudar no tratamento da pele seca e melhora geral das condições. Banhos rápidos com água morna com o uso de sabonetes naturais sem adição de produtos químicos na composição. Esfoliar a pele e usar filtro solar, hidratantes e emolientes beneficia a superfície da pele, aumenta a umidade do estrato córneo, melhorando a condição da pele seca e promovendo a beleza da pele.

Aloe vera: um bálsamo para pele seca

Óleo de Aloe vera (babosa)

Óleo de Aloe vera (babosa)

Aloe Vera é conhecida por suas propriedades hidratantes e curativas, tornando-se uma excelente opção para o tratamento de pele ressacada. O gel extraído das folhas de Aloe Vera contém uma grande quantidade de água, além de vitaminas, minerais e aminoácidos que ajudam a reter a umidade na pele e promover a regeneração celular. Sua aplicação tópica alivia a irritação e a inflamação, proporcionando uma sensação refrescante e calmante. Estudos demonstram que o uso regular de Aloe Vera pode melhorar significativamente a hidratação da pele e acelerar a cicatrização de pequenos cortes e queimaduras.

Azeite de oliva

Azeite de Oliva

Azeite de Oliva

O azeite de oliva é um emoliente natural rico em ácidos graxos essenciais e antioxidantes, como a vitamina E, que ajudam a hidratar e nutrir a pele seca. Seu uso tópico cria uma barreira protetora que retém a umidade e protege contra danos ambientais. Além disso, o azeite de oliva possui propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar a reduzir a vermelhidão e a irritação associadas à pele ressacada. Incorporar o azeite de oliva na rotina de cuidados com a pele pode resultar em uma pele mais suave, macia e bem hidratada.

Manteiga de karité

Manteiga de karité

Manteiga de karité

A manteiga de karité é extraída das nozes da árvore de karité e é amplamente valorizada por suas propriedades hidratantes e nutritivas. Rica em ácidos graxos, vitaminas A e E, a manteiga de karité penetra profundamente na pele, ajudando a restaurar a elasticidade e a suavidade. É eficaz no tratamento de peles extremamente secas e rachadas, proporcionando uma hidratação duradoura. A aplicação regular da manteiga de karité pode também proteger a pele contra os efeitos nocivos dos raios UV e outros fatores ambientais.

Óleo de coco: hidratação profunda para pele seca

Óleo de coco

Óleo de coco

O óleo de coco é um hidratante natural eficaz devido à sua alta concentração de ácidos graxos de cadeia média, como o ácido láurico. Este óleo forma uma camada protetora sobre a pele, evitando a perda de umidade e proporcionando uma hidratação profunda. Além de suas propriedades emolientes, o óleo de coco possui ação antibacteriana e antifúngica, ajudando a proteger a pele contra infecções. O uso regular do óleo de coco pode melhorar a textura da pele, tornando-a mais macia e menos propensa a rachaduras e irritações.

Óleo de jojoba

Óleo de jojoba

Óleo de jojoba

O óleo de jojoba, extraído das sementes da planta jojoba, é uma cera líquida que imita o sebo natural da pele, ajudando a regular a produção de óleo e a hidratar profundamente. É absorvido rapidamente pela pele, sem deixar uma sensação oleosa, e suas propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas podem ajudar a tratar a pele seca e sensível. O óleo de jojoba também é rico em vitaminas E e B, além de minerais que ajudam a nutrir e proteger a pele. Seu uso regular pode resultar em uma pele mais equilibrada e hidratada.

Referências:
Surjushe, Amar, Resham Vasani, and D. G. Saple. “Aloe vera: a short review.” Indian Journal of Dermatology 53.4 (2008): 163-166.
Lucas, Leandro, et al. “Olive oil and the skin: a review.” Advances in Dermatology and Allergology/Postępy Dermatologii i Alergologii 36.5 (2019): 595-600.
Téguia, Angeline, et al. “Shea butter (Vitellaria paradoxa Gaertn. F.): A review of its medicinal and edicinal uses.” Journal of Ethnopharmacology 304 (2023): 116203.
Verallo-Rowell, Verallo, et al. “Novel antibacterial and emollient effects of coconut and virgin olive oils in adult atopic dermatitis.” Dermatitis 19.6 (2008): 308-315.
Habashy, Rasha R., et al. “The medicinal properties of jojoba oil: A review.” Pharmacological Research 64.5 (2011): 471-477.