Plantas Medicinais » Galeria de Plantas » Moringa oleifera (MORINGA; MORINGUEIRO)

Moringa oleifera (MORINGA; MORINGUEIRO)

Por Medicina Natural Atualizado em
Atualizado em
MORINGA OLEIFERA

Nomes populares

Acácia-branca, árvore-dos-milagres, cedro, moringueiro, quiabo-de-quina, drumstick (inglês).

Sinônimos botânicos

Guilandina moringa, Moringa pterygosperma, Moringa moringa, Moringa pterygosperma, Moringa zeylanica

Família

Moringaceae

Partes usadas

Casca, flores, folhas, raízes, sementes e vagens.

Usos tradicionais

Arteriosclerose, colesterol alto, desnutrição, diabetes, diarreia, doença arterial coronariana, febres.

Propriedades medicinais da Moringa oleifera

Afrodisíaco (agentes químicos que estimulam o desejo sexual)
Analgésico (diminui ou suprime a dor)
Antibacteriano (impede ou inibe o desenvolvimento de bactérias)
Antibiótico (combate o crescimento de microrganismos causadores de infecções no organismo)
Anticonvulsivo (previne ou combate as convulsões)
Antidiarreico (age para controlar a diarreia)
Antiespasmódico (inibe a motilidade da musculatura visceral, prevenindo a ocorrência de espasmos no estômago, intestino, útero ou bexiga)
Antifúngico (previne e trata micoses).
Anti-helmíntico (utilizado no tratamento de diferentes parasitoses)
Anti-inflamatório (combate a inflamação nos tecidos)
Antioxidante (inibe os efeitos da oxidação e combate os radicais livres)
Antipirético (previne ou reduz a febre, reduzindo a temperatura corporal; febrífugo)
Antisséptico (impede a contaminação e combate a infecção; inibe a proliferação de microrganismos presentes na superfície da pele e mucosa)
Antitumoral (previne ou inibe a formação e crescimento de tumores)
Antiviral (combate os vírus, atuando no tratamento de doenças causadas por eles)
Aperitivo (ingerido antes de uma refeição, ajuda a estimular o apetite)
Broncodilatador (relaxa o músculo bronquial e aumenta a passagem de ar pelos brônquios)
Cardiotônico (aumenta a força de contração do miocárdio. A restauração do trabalho cardíaco promove a redução da taquicardia e a melhora da estase venosa)
Carminativo (atua na redução dos gases intestinais)
Cicatrizante (cicatriza ou favorece a cicatrização)
Colerético (estimula a produção de secreção biliar)
Contraceptivo (evita a concepção ou fecundação; anticoncepcional)
Depurativo (purifica o organismo de suas toxinas e resíduos)
Diurético (atua no rim, aumentando o volume e o grau do fluxo urinário)
Emenagogo (aumenta o fluxo menstrual ou provoca menstruação)
Emético (provoca vômito)
Expectorante (facilita a saída de secreções por via respiratória)
Hipoglicemiante (hipoglicemiantes ou antidiabéticos são medicamentos usados para diminuir a quantidade de açúcar no sangue)
Hipotensor (causa a queda da tensão arterial)
Imunoestimulante (estimula ou reforça o sistema imunológico ou reações imunológicas)
Sedativo acalma ou faz cessar dor, ansiedade; substância calmante, tranquilizante)
Vasoconstrictor (diminui o calibre dos vasos através da contração de suas fibras musculares)
Vermífugo (provoca a expulsão dos vermes que parasitam o intestino)

Preparações

Cápsulas, chá, suplemento, pó.

Contraindicações e efeitos colaterais

O uso é contraindicado para mulheres gestantes, vez que as raízes possuem propriedades abortivas. Em algumas pessoas, pode causar diarreia, náuseas e queimação estomacal. Pacientes que consomem medicamentos para deixar o sangue mais fino ou devem evitar o uso. Pessoas com problema de tireoide só devem utilizar a erva sob recomendação e supervisão médica.

Fitoquímicos

Na composição da moringa, se destacam a presença de várias vitaminas, incluindo os tipos A, B e C; minerais como cálcio, ferro, fósforo, potássio e zinco. Além disso, possui proteínas, nitrilas, ramnosídeos, lipídeos, vanilina, glicosinatos e isotiocianatos. Ainda contém flavonoides, como a rutina, campferol q quercetina. Também conta com fenólicos, como o ácido ferúlico, ácido elágico, ácido clorogênico e ácido gálico.

Curiosidades

– A moringa também é capaz de diminuir as níveis de açúcar e colesterol ruim do sangue. Vários estudos mostraram que a M. oleifera pode ajudar a baixar os níveis de açúcar no sangue. Um estudo realizado com 30 mulheres mostrou que tomar 1,5 colher de chá (7 gramas) de pó de folhas de moringa todos os dias durante três meses reduziu os níveis de açúcar no sangue em jejum em 13,5%, em média. Outro pequeno estudo em seis pessoas com diabetes descobriu que adicionar 50 gramas de folhas de moringa a uma refeição reduziu o aumento de açúcar no sangue em 21%. Os cientistas acreditam que esses efeitos são causados por compostos como o isotiocianato.

Saiba mais

Moringa: benefícios e propriedades medicinais

Referências:
Kushwaha, Shalini, Paramjit Chawla, and Anita Kochhar. “Effect of supplementation of drumstick (M oleifera) and amaranth (Amaranthus tricolor) leaves powder on antioxidant profile and oxidative status among postmenopausal women.” Journal of food science and technology 51.11 (2014): 3464-3469.
Arun Giridhari, Veeranan, D. Malathi, and K. Geetha. “Anti diabetic property of drumstick (M oleifera) leaf tablets.” International Journal of Health and Nutrition 2.1 (2011): 1-5.
Chumark, Pilaipark, et al. “The in vitro and ex vivo antioxidant properties, hypolipidaemic and antiatherosclerotic activities of water extract of Moriga oleifera Lam. leaves.” Journal of ethnopharmacology 116.3 (2008): 439-446.
William, Felicia, S. Lakshminarayanan, and Hariprasad Chegu. “Effect of some Indian vegetables on the glucose and insulin response in diabetic subjects.” International Journal of Food Sciences and Nutrition 44.3 (1993): 191-195.
Waterman, Carrie, et al. “Isothiocyanate‐rich Monringa oleifera extract reduces weight gain, insulin resistance, and hepatic gluconeogenesis in mice.” Molecular nutrition & food research 59.6 (2015): 1013-1024.
PlantasMed.

Conteúdo Relacionado

Deixe um Comentário

O Medicina Natural utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. OK