Rumex crispus (LABAÇA)

RUMEX CRISPUS

Nomes populares

Labaça, labaça-crespa, catacruz, regalo-da-horta, rumex, sorrel, messias-da-América (Oseille d`Amerique, em francês), yellow dock.

Sinônimos botânicos

Rumex occidentalis, R. venosus, R. obtusifolius, R. sangineus

Família

Polygonaceae

Partes usadas

Folhas e raízes.

Usos tradicionais

Acne, anemia, câncer, constipação, convalescença, desintoxicação por metais pesados, doenças venéreas, eczema, enfisema, estafilococo, glândulas inchadas, icterícia, laringite, lombrigas, psoríase, sarna, urticárias.

Propriedades medicinais da Rumex crispus

Adstringente (constringe e tecidos e fecham poros no pele; causa constrição de mucosas na boca; contrai vasos capilares)
Antibacteriano (impede ou inibe o desenvolvimento de bactérias)
Anticancerígeno (previne ou combate ao câncer)
Antipirético (previne ou reduz a febre, reduzindo a temperatura corporal; febrífugo)
Colagogo (contrai a vesícula biliar e estimula a evacuação da bílis para o intestino, facilitando a digestão de alimentos gordurosos)
Diurético (atua no rim, aumentando o volume e o grau do fluxo urinário)
Laxativo (trata a constipação intestinal e a prisão de ventre)
Tônico Renal (estimula os rins a eliminar as toxinas do sangue)

Contraindicações e efeitos colaterais

As raízes frescas desta planta não podem ser consumidas, são levemente tóxicas e podem causar náuseas e vômitos. As folhas frescas possuem alta concentração de oxalato de cálcio, uma substância que pode agravar problemas de cálculos renais e, por isso, devem ser evitadas por pessoas que já sofrem com essa doença.

Fitoquímicos

A Rumex crispus é composta de taninos, resinas, oxalatos, ferro e glicosídeos de antraquinona.

Curiosidades

– O nome científico da planta deriva do latim. O nome de gênero Rumex significa “lança” e o termo crispus significa “ondulado”.

– A Rumex crispus é muito encontrada em Portugal, desde a área continental do país até nos arquipélagos de Açores e na Ilha da Madeira, lugares onde posteriormente foi cultivada. Atualmente, a labaça é distribuída em quase todo o mundo, podendo ser observada nas Américas do Norte e do Sul, Nova Zelândia e Austrália.

Saiba mais

Labaça: benefícios e propriedades medicinais

Referências:
Rumex crispus. Projecto Biopolis.
Labaça-crespa. Biorede.
Labaças ou catacuzes (Rumex crispus L). Fraternidade Rosa Cruz in Lusitania.

Comentários

Comentar