12 benefícios da semente de abóbora

Semente de abóbora

Conheça vários benefícios para a saúde e propriedades medicinais da semente de abóbora, que além de comestíveis, são ricas em nutrientes, vitaminas e minerais.

Atualizado em 16/10/2022

A semente de abóbora é comestível e ricas em nutrientes e propriedades medicinais. Também conhecidas como pepitas, oriunda do espanhol-mexicano “pepita de calabaza” (pequena semente de abóbora), são tipicamente planas e assimetricamente ovais e de cor verde claro, podendo ter uma casca externa branca. As sementes são ricas em nutrientes, com alto teor de proteína, fibra dietética e numerosos micronutrientes. A palavra pode referir-se tanto à semente inteira sem casca, mas mais comumente se refere ao produto final torrado.

1 – A semente de abóbora previne contra certos tipos de câncer

Dietas ricas em sementes de abóbora têm sido associadas a níveis mais baixos de câncer de estômago, mama, pulmão, próstata e cólon. Um grande estudo descobriu que comê-las estava associado a um risco reduzido de câncer de mama em mulheres na pós menopausa. Outras pesquisas sugeriram que as lignanas contidas nas sementes de abóbora podem desempenhar um papel fundamental na prevenção e tratamento do câncer de mama. Estudos realizados em tubos de ensaio descobriram que um suplemento contendo sementes de abóbora tinha o potencial de retardar o crescimento de células de câncer de próstata.

2 – Melhora da saúde da próstata e da bexiga

As sementes de abóbora podem ajudar a aliviar os sintomas da hiperplasia benigna da próstata, uma condição em que a próstata aumenta e pode causar problemas com a micção. Vários estudos em humanos descobriram que a ingestão dessas sementes reduziu os sintomas associados à hiperplasia. Um estudo com mais de 1400 homens analisou os efeitos do consumo de sementes de abóbora. Após um ano, os homens que os receberam relataram redução dos sintomas e melhora na qualidade de vida. Outras pesquisas também que sugerem que ingerir sementes de abóbora ou seus produtos como suplementos pode ajudar a tratar os sintomas de uma bexiga hiperativa. Descobriu-se que tomar um suplemento de 10 gramas de extrato de semente de abóbora diariamente melhorou a função urinária em 45 homens e mulheres com bexiga hiperativa.

3 – Pode melhorar a qualidade do esperma

Baixos níveis de zinco estão associados à redução da qualidade do esperma e ao aumento do risco de infertilidade em homens. Como as sementes de abóbora são uma rica fonte de zinco, elas podem ajudar a melhorar a qualidade do esperma. Evidências de um estudo em camundongos sugerem que elas também podem ajudar a proteger os espermatozoides humanos dos danos causados pela quimioterapia e doenças autoimunes. Sementes de abóbora também são ricas em antioxidantes e outros nutrientes que podem contribuir para níveis saudáveis de testosterona e melhorar a saúde geral. Combinados, todos tais fatores podem beneficiar os níveis de fertilidade e a função reprodutiva, especialmente em homens.

4 – Pode ajudar a melhorar a qualidade do sono

Alguns especialistas recomendam a ingestão de algumas sementes de abóbora antes de dormir, vez que elas são uma fonte natural de triptofano, um aminoácido que pode ajudar a promover o sono. Consumir cerca de 1 grama de triptofano por dia ajuda a melhorar o sono. Contudo, é necessário ingerir cerca de 200 gramas de sementes de abóbora para obter o necessário 1 grama de triptofano. O zinco presente nessas sementes, também pode ajudar a converter o triptofano em serotonina, que é então transformada em melatonina, o hormônio que regula o seu ciclo de sono. Além disso, as sementes de abóbora são uma excelente fonte de magnésio. Níveis adequados de magnésio também foram associados a melhor sono.

5 – Fonte de magnésio

Sementes de abóbora são uma das melhores fontes naturais de magnésio. Isso é importante, uma vez que a deficiência de magnésio é comum em muitos países ocidentais. Nos EUA, cerca de 79% dos adultos tiveram uma ingestão de magnésio abaixo da quantidade diária recomendada. O magnésio é necessário para mais de 600 reações químicas no corpo. Níveis adequados de magnésio são importantes para: controle da pressão arterial, redução do risco de doença cardíaca, formação e manutenção de ossos saudáveis, regulação dos níveis de açúcar no sangue etc.

6 – A semente de abóbora é rica em antioxidantes

As sementes de abóbora contêm antioxidantes, como carotenoides e vitamina E. Os antioxidantes podem reduzir a inflamação e proteger suas células dos radicais livres nocivos. Em função disso, o consumo de alimentos ricos em antioxidantes pode ajudar a proteger sua saúde contra diversas doenças. Acredita-se que os altos níveis de antioxidantes nas sementes de abóboras sejam parcialmente responsáveis por seus efeitos positivos sobre a saúde. Estudos afirmam que processos inflamatórios foram reduzidos quando os ratos com artrite receberam óleo de semente de abóbora. Os ratos que receberam um medicamento anti-inflamatório tiveram efeitos colaterais negativos, enquanto os ratos que receberam óleo de semente de abóbora não apresentaram efeitos colaterais.

7 – Auxilia na saúde do coração

As sementes de abóbora são uma boa fonte de ácidos graxos, antioxidantes, magnésio e zinco, que podem ajudar a manter o coração saudável. Estudos em animais também mostraram que o óleo de semente de abóbora pode ajudar a reduzir a pressão alta e altos níveis de colesterol. Esses são dois importantes fatores de risco para doenças cardíacas. Um estudo envolvendo 35 mulheres na pós-menopausa descobriu que os suplementos de óleo de semente de abóbora reduziram a pressão arterial diastólica em 7% e aumentaram o “bom” colesterol HDL em 16% em um período de 12 semanas. Outros estudos sugerem que podem ser as enzimas do óxido nítrico contidas no óleo de semente de abóbora que são responsáveis por seus efeitos positivos sobre a saúde do coração. O óxido nítrico ajuda a expandir os vasos sanguíneos, melhorando o fluxo sanguíneo e reduzindo o risco de crescimento de placas nas artérias.

8 – Reduz os níveis de açúcar no sangue

Estudos em animais mostraram que abóbora, sementes de abóbora, pó de semente de abóbora e suco de abóbora podem reduzir o açúcar no sangue. Isto é especialmente importante para pessoas com diabetes, que podem ter dificuldade em controlar seus níveis de açúcar no sangue. Vários estudos descobriram que suplementar a dieta com suco de abóbora ou sementes em pó reduz os níveis de açúcar no sangue em pessoas com diabetes tipo 2.

O alto teor de magnésio das sementes de abóbora pode ser responsável por seu efeito positivo sobre a diabetes. Um estudo observacional envolvendo mais de 127.000 homens e mulheres descobriu que dietas ricas em magnésio estavam associadas a um risco 33% menor de diabetes tipo 2 em homens e um risco 34% menor em mulheres. Todavia, mais pesquisas são necessárias para confirmar esse efeito benéfico nos níveis de açúcar no sangue.

9 – A semente de abóbora é rica em fibras

Sementes de abóbora são uma ótima fonte de fibra dietética. As sementes integrais fornecem 5,2 gramas de fibra em uma única porção de 1 onça (28 gramas). Contudo, os grãos de abóbora com a casca removida contêm 1,7 gramas de fibra por onça. Estas são as sementes de abóbora verde disponíveis na maioria dos supermercados. Uma dieta rica em fibras pode promover uma boa saúde digestiva. Além disso, dietas ricas em fibras têm sido associadas a um risco reduzido de doença cardíaca, diabetes tipo 2 e obesidade.

10 – Benefícios antimicrobianos

Sementes de abóbora, extratos de sementes de abóbora e óleo de semente de abóbora são há muito valorizados por seus benefícios antimicrobianos, incluindo suas propriedades antifúngicas e antivirais. Pesquisas apontam para o papel das proteínas únicas nas sementes de abóbora como fonte de muitos benefícios antimicrobianos. As lignanas em sementes de abóbora (incluindo pinoresinol, medioresinol e lariciresinol) também mostraram ter propriedades antimicrobianas – e especialmente antivirais. O impacto de proteínas de semente de abóbora e fitonutrientes de semente de abóbora, como os lignanos, na atividade de uma molécula de mensagens chamada interferon gama (IFN-gama) está provavelmente envolvido nos benefícios antimicrobianos associados a esse alimento.

11 – Melhora a saúde durante a gravidez

Sementes de abóbora são uma boa fonte de zinco. Pesquisadores determinaram que cada 100 g de sementes de abóboras contém 7,99 mg de zinco. Para adultos do sexo masculino com idade igual ou superior a 19 anos, recomenda-se uma ingestão diária de 11 mg de zinco e 8 mg para as mulheres. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que mais de 80 por cento das mulheres em todo o mundo têm uma ingestão inadequada de zinco. Baixos níveis de zinco alteram os níveis circulantes de múltiplos hormônios associados ao início do trabalho de parto. Nutricionistas recomendam zinco adicional durante a gravidez, pois é provável que melhore os resultados de saúde. O zinco também é essencial para a função imunológica normal e para a prevenção de infecções uterinas. Tudo isso poderia contribuir para o parto prematuro.

12 – Promove a saúde da pele e dos olhos

Sementes de abóbora são uma boa fonte de esqualeno, um composto antioxidante que é semelhante ao beta-caroteno. O esqualeno trabalha em todos os tecidos do corpo e parece desempenhar um papel na proteção da pele durante os raios UV e outros tipos de exposição à radiação. Estudos em animais também sugeriram que o esqualeno pode desempenhar um papel importante na saúde da retina. O esqualeno também pode oferecer proteção contra o câncer, mas mais pesquisas são necessárias para provar isso.

Efeitos colaterais e contraindicações da semente de abóbora

A maioria das pessoas come sementes de abóbora com moderação sem sofrer efeitos colaterais negativos. Você pode comer sementes de abóbora cruas ou assadas e conchas. Você também pode comer sementes de abóbora descascadas. As conchas de sementes de abóbora são mastigáveis. Suas bordas também podem ficar afiadas durante a mastigação. Caso tenha alguma dificuldade em mastigar ou engolir alimentos, é melhor optar por variedades descascadas.

Sementes de abóbora são ricas em fibras. Uma xícara contém quase 12 gramas. Quando ingerida em grande quantidade, pode causar gases e inchaço. A fibra ajuda a aumentar a quantidade de fezes e previne a constipação a longo prazo, mas comer muitas sementes de abóbora de uma só vez pode causar constipação. Ao ingerir as sementes de abóbora, tenha em mente que elas são ricas em calorias e gorduras. Um copo contém cerca de 285 calorias e 12 gramas de gordura. Comer regularmente demais pode causar ganho de peso.

Referências:
Siegmiund B and Murkovic M. Changes in chemical composition of pumpkin seeds during the roasting process for production of pumpkin seed oil (Part 2: volatile compounds). Food Chemistry.
Top 11 Science-Based Health Benefits of Pumpkin Seeds. Healthline.
What’s New and Beneficial About Pumpkin seeds. The World Healthiest Foods.
Can Pumpkin Seeds Improve My Prostate Health? Healthline.
Abd El-Ghany, M. A., A. Hafez Dalia, and M. Soha. “Biological study on the effect of pumpkin seeds and zinc on reproductive potential of male rats.” The 2nd International Annual Scientific Conference, Faculty of specific Mansoura University. 2010.
Applequist WL, Avula B, Schaneberg BT et el. Comparative fatty acid content of seeds of four Cucurbita species grown in a common (shared) garden. Journal of Food Composition and Analysis.
What are the health benefits of pumpkin seeds? Medical News Today.