Magnésio dimalato: saiba para que serve

Magnésio dimalato

O magnésio dimalato é a junção entre ácido málico e magnésio, sendo muito usado para fins nutricionais em suplementos alimentares, rico em benefícios.

Atualizado em 16/10/2022

O magnésio dimalato é a combinação entre ácido málico e magnésio. A junção entre o aminoácido ácido málico e o mineral magnésio faz com que o suplemento seja quelado (protegido), auxiliando o aumento da produção de HCL (ácido clorídrico) para melhor absorção e assimilação de vitaminas e minerais e na digestão dos alimentos.

Magnésio dimalato

O magnésio dimalato, ou seja, o sal de magnésio do ácido málico, é um suplemento mineral frequentemente usado para fins nutricionais. É considerado uma das formas mais biodisponíveis de magnésio, sendo amplamente utilizado no mercado de suplementos alimentares. A principal diferença neste composto pode ser vista por sua característica de ter duas moléculas elementares de magnésio, enquanto o malato de magnésio possui uma única molécula elementar de magnésio.

Acido málico

O ácido málico atua na redução as dores musculares, no aumento da energia e resistência muscular. A suplementação com magnésio dimalato é indicada para aumentar a resistência atlética, considerando que do ácido málico age como um “acelerador” na entrega do oxigênio aos tecidos do músculo, sendo essencial para a melhora do desempenho e a recuperação do músculo após o exercício.

Magnésio

Magnésio

Magnésio

O magnésio é importante para a vida animal e vegetal. Nos humanos, a maior parte do mineral se encontra nos ossos, desempenhando papel importante nas atividades de várias enzimas. Nos vegetais, a clorofila é uma substância complexa de porfirina-magnésio que intervem na fotossíntese. A quantidade diária de magnésio a ser consumida varia entre 300 e 350 mg e pode ser obtida com facilidade, vez que o o mineral está presente na maioria dos alimentos, tais como cereais integrais, folhas verdes das hortaliças, leguminosas, nozes e sementes.

Overdose de magnésio dimalato

De acordo com o Escritório de Suplementos Dietéticos (Office of Dietary Supplements), os sintomas de overdose de magnésio podem incluir diarreia, náusea e vomito, fraqueza muscular, letargia, pressão arterial baixa, retenção de urina e até mesmo ataque cardíaco. Um médico pode administrar gluconato de cálcio intravenoso para ajudar a reverter os efeitos do excesso de magnésio. A furosemida pode ser administrada para diurese e excreção de magnésio caso a função renal adequada estiver intacta. A diálise pode precisar ser usada para liberar magnésio do corpo se a hipermagnesemia for grave ou a função renal for ruim.

Referências:
Magnesium. Fact Sheet for Health Professionals. National Institutes of Health. Office of Dietary Supplements
Healtline. What happens during a magnesium overdose.
ABRAHAM, Guy E.; FLECHAS, Jorge D. Management of fibromyalgia: rationale for the use of magnesium and malic acid. Journal of Nutritional Medicine, v. 3, n. 1, p. 49-59, 1992.