Gota: melhores tratamentos naturais

Gota (artrite gotosa)

Saiba mais sobre as causas da gota e conheça os melhores alimentos, remédios e tratamentos naturais para reduzir a quantidade de ácido úrico no organismo.

Atualizado em 23/09/2022

O excesso de ácido úrico cristalizado concentrado em torno da articulação afetada causa uma condição conhecida como gota (artrite gotosa), uma forma complexa de artrite que causa crises de dores graves e súbitas, sensibilidade nas articulações e vermelhidão. A gota ocorre mais em homens enquanto as mulheres se tornam mais suscetíveis após a menopausa.

Causas e sintomas da gota

A articulação mais afetada é o dedão do pé (podagra), contudo, pode afetar o tornozelo, peito do pé, calcanhar, joelho, coluna, cotovelos, punhos, dedos e, em casos graves, pode deformar a articulação. Um ataque agudo de gota pode causar uma sensação de dor de queimadura na articulação afetada, deixando-a inchada e muito sensível a qualquer tipo de contato. Pessoas propensas a gota tendem a ter níveis elevados de ácido úrico, que por sua vez podem ser causados por insuficiência renal (quando os rins são incapazes de eliminar adequadamente todo o ácido úrico no sangue).

Apesar de ser uma forma de reumatismo que depende muito do funcionamento dos rins, vários alimentos e bebidas são capazes de aumentar ou diminuir os níveis de ácido úrico do organismo, prevenindo ou agravando os ataques de gota. As carnes vermelhas e frutos do mar são lembrados por induzirem ataques de gota. As carnes de aves, como frango, pato e peru também causam gota, contudo, em intensidade levemente menor.

Dicas para o tratamento natural da gota

O Journal of American Dietetic Association recomenda que pacientes com gota bebam entre 2 a 4 litros de líquidos por dia, sendo pelo menos 2 litros de água. Também recomenda evitar o consumo de álcool, incluindo a cerveja, que causam dano. Além disso, a quantidade de proteínas consumida deve ser moderada e oriunda de preferência a partir de fontes saudáveis, como lácteos com baixo teor de gordura ou sem gordura, ovos e manteigas vegetais. A ingestão diária de carne vermelha, de peixes e aves deve ser limitada entre de 114 a 170 gramas.

As proteínas são substâncias essenciais para a saúde do corpo e não devem ser eliminadas na dieta. A melhor solução é substituir e priorizar novas formas de fontes de proteína em detrimento do consumo excessivo de carne vermelha. Os ovos e laticínios, incluindo queijos, iogurtes e outros derivados do leite são proteínas, bem como vegetais como trigo mourisco, quinoa, amendoim, castanhas, nozes, linhaça, girassol, abóbora, além da soja. O consumo de alimentos industrializados deve ser evitado. Da mesma forma, é contraindicada a ingestão de bebidas alcóolicas, principalmente acerveja, vez que possui substâncias que aumentam a produção do ácido úrico.

Alcachofra

Alcachofra - Cynara scolymus

Alcachofra – Cynara scolymus

A alcachofra é uma verdura que age eliminando toxinas do sangue, o que consequentemente, ajuda a diminuir a retenção de líquidos. A alcachofra também é rica em proteínas, vitaminas e minerais. O chá de alcachofra é uma boa opção para pacientes com gota.

Alho e cebola

Alho e cebola

Alho e cebola

Tanto o alho quanto a cebola diminuem a acidez, colesterol e hiperuricemia (presença de níveis altos de ácido úrico no sangue). Esses dois temperos, encontrados em todos os lugares, são ótimos alimentos para o controle do ácido úrico no sangue.

Café: reduz os sintomas da gota

Café - Coffea arabica

Café – Coffea arabica

Vários estudos confirmaram que pessoas que consomem café possuem um nível menor de ácido úrico sanguíneo, contudo, não se sabe ainda exatamente qual é o mecanismo ou substância no café que causa isso. Caso possua alguma restrição à cafeína, evite este alimento.

Cenoura

Cenoura - Daucus carota

Cenoura – Daucus carota

Em razão de seu efeito alcalinizante, a cenoura é capaz de eliminar os cristais das articulações, sendo bom alimento para reduzir o ácido úrico no sangue. Pode ser consumida crua ou cozida.

Corticosteroides: podem controlar a inflamação na gota

Corticosteroides

Corticosteroides

Os corticosteroides são substâncias que podem controlar a inflamação e a dor causada pela gota, contudo, os efeitos colaterais podem incluir enfraquecimento dos ossos, má cicatrização e redução da capacidade de combater infecções. Os medicamentos chamados inibidores da xantina oxidase limitam a quantidade de ácido úrico produzida no corpo, mas podem causar efeitos colaterais como erupções cutâneas, náuseas, dentre outros sintomas adversos.

Drogas anti-inflamatórias não esteroides

Drogas anti-inflamatórias não esteroides

Drogas anti-inflamatórias não esteroides

Com relação aos tratamentos convencionais, as drogas anti-inflamatórias não esteroides (AINEs) podem controlar a inflamação e as dores em pacientes com gota. O médico pode prescrever uma dose mais elevada para parar um ataque agudo, seguido de uma dose diária mais baixa para prevenir futuros ataques. A Colchicina é um tipo de analgésico que reduz eficazmente a dor da gota – especialmente quando o tratamento é iniciado logo após o aparecimento dos sintomas. Ambas as drogas podem causar efeitos colaterais intoleráveis para várias pessoas, como náuseas, vômitos e diarreia.

Laranja

Laranja - Citrus aurantium

Laranja – Citrus aurantium

A laranja é rica em vitamina C, nutriente que atua na redução de cristais no sangue. O suco natural de laranja dissolve esses cristais e alivia as dores nas articulações, fazendo com que os níveis de ácido úrico permaneçam estáveis no corpo.

Limão

Limão - Citrus x lemon

Limão – Citrus x lemon

O limão é é considerado uma fruta desintoxicante, ou seja, é capaz de eliminar toxinas do organismo. Tomar o suco de um limão por dia ajuda de forma significativa na redução dos níveis de ácido úrico.

Semente de abóbora

Sementes de abóbora

Sementes de abóbora

A semente e abóbora um alimento altamente diurético que, ao auxiliar na produção de urina, ao mesmo tempo diminui os níveis de ácido úrico do organismo. A abóbora no geral é benéfica, porém é nas sementes que estão concentrados os seus valores nutritivos.

Vitamina C

Vitamina C

Vitamina C

Quando ingerida em quantidade moderada (doses diárias de 500/1500mg), a vitamina C pode prevenir o aparecimento de gotas. Aos que já possuem a condição, é necessário recomendação e acompanhamento médico durante o processo, vez que altas doses de vitamina C podem eliminar o ácido úrico rapidamente do organismo, causando pedras nos rins.

Referências:
American Dietetic Association. Jornal of The Academy of Nutrition and Dietetics.
Gout Diet – Foods to Eat.
Colchicine for acute gout: updated information about dosing and drug interactions”. National Prescribing Service.
Corticosteroids for Gout. WebMD.
Vitamin C (ascorbic acid). Mayo Clinic.