Ginseng: benefícios e propriedades medicinais

O ginseng (Panax spp.) é uma planta medicinal também conhecida como Panax ginseng (ginseng-asiático, chinês ou coreano), Panax japonicus (japonês), Panax quinquefolius (ginseng-americano), dentre outros. Pertence a família Araliaceae.

Benefícios do ginseng

O ginseng faz com que o corpo utilize melhor o oxigênio, poupando a utilização de glicogênio. Auxilia as glândulas supra-renais a conservarem com mais eficácia os estoques de vitamina C e aumenta a produção de glóbulos brancos e vermelhos do sangue, oferecendo suporte ao corpo para estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Além, disso, proporciona vigor físico e melhora a agilidade mental, sendo muito benéfico para pessoas que enfrentam jornadas de trabalho cansativas. O ginseng também beneficia pessoas que desejam emagrecer e pacientes com diabetes e reumatismo.

Benefícios para a atividade cerebral e memória

O ginseng é capaz de impulsionar a atividade cerebral e os processos de pensamento. Dessa forma, lapsos de memória, dificuldade de concentração e fadiga mental são combatidos facilmente através do seu consumo. Até mesmo organizações internacionais, incluindo a OMS (Organização Mundial da Saúde) e a Comissão Europeia, apoiam o consumo do ginseng como agente restaurador e de reforço das capacidades físicas e mentais.

Combate à obesidade

As saponinas encontradas nas raízes do ginseng são a chave para a perda de peso. O efeito anti-obesidade das saponinas ocorre porque elas servem para normalizar os neuropeptídeos hipotalâmicos e bioquímicos séricos relacionados com o controle de ganho de peso. As saponinas podem inibir a lípase pancreática, enzima responsável pelo processamento da gordura. Desta forma, menos gordura é digerida e armazenada em forma de gordura corporal. O Panax ginseng é útil para melhorar o controle do diabetes e reduzir fatores de risco associados, tais como hiperlipidemia e hipertensão, além de melhorar a resistência à insulina.

Tratamento da artrite

O ginseng é composto de ginsenosídeos, substâncias que apresentam inúmeras atividades farmacológicas, sendo especialmente eficazes contra a artrite. Uma pesquisa descobriu que vários ginsenosídeos possuem efeitos anti-inflamatórios, podendo reduzir a inflamação na artrite reumatoide. Em laboratório, os pesquisadores criaram um novo ginsenosídeo chamado G-Rp1. Este ginsenosídeo, feita a partir dos ginsenosídeo G-Rg5 e G-RK1 encontrados na raiz da planta, apresenta um efeito anti-inflamatório mais forte dos que ocorrem naturalmente nos ginsenosídeo.

Uso na culinária

Na culinária, as raízes são cozidas em sopas e misturadas a outros grãos. Também pode ser acrescentado a doces, vitaminas e licores.

Contraindicações e efeitos colaterais do ginseng

Não deve ser utilizado em casos de inflamações no corpo, como febres ou gripes, ou quando a pessoa apresenta problemas estomacais. Não é aconselhável o consumo por crianças por períodos prolongados. Pode causar insônia quando consumido durante à noite.

História e curiosidades

O nome do gênero, Panax, é derivado da palavra grega panakos, que significa “panaceia”. Demora cerca de 5 a 7 anos para poder ser colhido e só deve ser consumido devidamente tratado. O Panax quinquefolius é muito parecido com o Panax ginseng. a variedade americana é mais apropriado para climas quentes e sua energia é mais refrescante. Já a espécie asiática é mais aconselhada para as estações mais frias do ano.

Referências:
New Research- Ginseg Fights Rheumatoid Arthritis. HealthCMI. Healthcare Medical Institute.

Comentários

2 Comentários

  1. Antonio Oliveira

    Boa tarde, tomo aradois e alodipino para controle de pressão arterial, está controlada.
    Gostaria de saber se posso tomar Ginseng?

  2. mauricio

    eu tem um estado em extress terrivel,estou tomando panax ginseng e ainda continuo sentindo com sensação de fraqueza,fiz todos os exames periódicos,o que fazer,tirei ferias de trinta dias.Muito obrigado

Comentar