Chlorella: benefícios, efeitos e propriedades da alga

A Chlorella vulgaris é uma microalga que está presente na terra desde o período pré-cambriano, sendo descoberta em 1890 por Martinus Willem Beijerinck como a primeira microalga com um núcleo bem definido. Em 1990, cientistas alemães identificaram altos teores de proteínas na Chlorella e passaram a utilizá-la fonte de alimento. Atualmente, o Japão é o maior consumidor da alga, especialmente por causa de suas propriedades medicinais.

Benefícios e propriedades medicinais da chlorella

Estudos realizados em animais demonstraram que a chlorella auxiliou na melhora da capacidade do sistema imunológico de combater bactérias e vírus em camundongos. Em 2012, uma pesquisa testou os efeitos da alga no sistema imunológico salivar de seres humanos. Um total de 30 pessoas saudáveis receberam suplementação de chlorella e 30 outras pessoas que receberam placebo durante um período de 4 semanas. Este ensaio foi repetido 12 semanas depois, por outro período igualmente de 4 semanas nos mesmos indivíduos.

Os pesquisadores descobriram diversas mudanças positivas e significativas que sugeriam um sistema imunológico fortalecido devido ao uso da chlorella. Contudo, os pesquisados reconheceram que havia limitações nesse estudo e sugeriram que fossem realizados testes adicionais caso fossem necessários. Estudos realizados em 2009 em camundongos descobriram que a chlorella teve papel significativo na prevenção do declínio mental relacionado à idade. Parte disso parece ser resultado da ação antioxidante da chlorella no cérebro. Apesar disso, estudos mais aprofundados em humanos são necessários para comprovar tal efeito.

Redução do risco de câncer

O estrogênio é um hormônio importante para a saúde de homens e mulheres, e existem certas substâncias que imitam o estrogênio e que podem penetrar no corpo através do solo, água, ar e outras fontes contaminadas. Tais substâncias são conhecidas como xenoestrogênios e pesquisas mostraram sua relação direta com o desenvolvimento de vários tipos de câncer.

Em 2005, descobriu-se por meio de uma cultura em laboratório contaminada com um xenoestrogênio chamado BPA, que o tratamento com clorela removeu completamente toda a atividade estrogênica do BPA da cultura. Todavia, devam-se realizar mais pesquisas em animais e seres humanos, a fim de mostrar que a chlorella realmente tem o poder de reduzir significativamente o risco de cânceres por compostos que imitam o estrogênio, conforme ressalta a American Cancer Society, visto que ainda carecem evidências científicas.

Chás Chás Medicinais Chás 100% naturais e orgânicos para diversos objetivos.
Crajiru (Pariri) Crajiru (Pariri) O chá de pariri é um poderoso chá para o tratamento do câncer.

Desintoxicação

A chlorella é uma fonte rica de clorofila, proteína, ferro, magnésio e aminoácidos, sendo conhecida principalmente como um suplemento desintoxicante, capaz de remover metais pesados do corpo, e frequentemente indicada para pacientes que estão passando por processos de quimioterapia ou radiação. Além disso, é útil para auxiliar a reduzir a carga química do corpo e apoiar o fígado no processo de limpar o organismo sem necessariamente retirar do organismo os minerais benéficos para o corpo. O uso ideal da Chlorella no processo de desintoxicação é tomar em pequenas quantidades ao longo do tempo a fim de evitar o acúmulo de metais pesados no corpo, conforme comprovaram estudos.

Anti-Inflamatórios Naturais Anti-Inflamatórios Naturais Suplementos eficazes para aliviar e curar inflamações nos tecidos.
Melatonina MelatoninaDurma melhor e com mais qualidade. Adquira o hormônio do sono.
Antidiabéticos Insulinas VegetaisAntidiabéticos que agem como hipoglicemiantes e insulinas vegetais
Sucupira Sucupira em Cápsulas Alivia dores de artrite/reumatismo e controla o diabetes
Crajiru (Pariri) Crajiru (Pariri) O chá de pariri é um poderoso chá para o tratamento do câncer.

Contraindicações e efeitos colaterais da chlorella

Estudos realizados em 2003 demonstraram que algas verdes, como a chlorella, podem ser infectadas por vírus. Diversas evidências foram encontradas por pesquisadores sobre esses vírus de algas que infectam seres humanos e levam à redução das funções mentais. Um estudo de 1996 encontrou propriedades similares às endotoxinas em um extrato de chlorella. As endotoxinas são substâncias conhecidas por causar inflamação em humanos caso administradas em condições de laboratório. Contudo, o efeito varia conforme a dose administrada.

Embora seja considerado seguro, deve-se ter um certo cuidado com relação à chlorella no que diz respeito aos níveis moderados de iodo nela encontrada, especialmente em pessoas que tenham problemas da tireoide ou mesmo pessoas que tenham alergia a iodo. Há dúvidas quanto à segurança do uso durante o período da gravidez. Sendo assim, grávidas e lactantes devem primeiramente conversar com seus médicos e avaliar se esses suplementos são ou não seguros e benéficos. Pessoas com problemas de coagulação devem prestar atenção ao uso da alga, vez que ela contém alto teor de vitamina K, nutriente que promove o aumento da coagulação.

SUPLEMENTO PARA CONTROLAR O ESTRESSE Mild Mag
ACALMA E REDUZ A ANSIEDADE E O ESTRESSE Calmaclin
VERMÍFUGO NATURAL / ELIMINA PARASITAS Composto Anti-Verme 500mg
ATUA EM MAIS DE 50 CONDIÇÕES DE SAÚDE Óleo de Copaíba em Cápsulas
PRISÃO DE VENTRE / ESTIMULAR GASES Composto Laxante 500mg
Referências:
What are the health benefits of chlorela? Medical News Today.
Clorella Benefits & Uses (and When It Can Be Dangerous). Wellness Mama.
American Cancer Society.
Hirooka, Takashi, et al. “Biodegradation of bisphenol A and disappearance of its estrogenic activity by the green alga Chlorella fusca var. vacuolata.” Environmental toxicology and chemistry 24.8 (2005): 1896-1901.
Nakashima, Yuya, et al. “Preventive effects of Chlorella on cognitive decline in age-dependent dementia model mice.” Neuroscience letters 464.3 (2009): 193-198.
Kwak, Jung Hyun, et al. “Beneficial immunostimulatory effect of short-term Chlorella supplementation: enhancement of natural killer cell activity and early inflammatory response (randomized, double-blinded, placebo-controlled trial).” Nutrition journal 11.1 (2012): 53.
Royce, C. L., and R. L. Pardy. “Endotoxin-like properties of an extract from a symbiotic, eukaryotic Chlorella-like green alga.” Journal of Endotoxin Research 3.6 (1996): 437-444.

Comentários

Comentar