Curcumina: benefícios, efeitos e propriedades

Curcumina

A curcumina é o princípio ativo do turmérico (Curcuma longa) e age como uma poderosa molécula eficaz para tratar diversas condições de saúde.

ATUALIZADO EM 26/10/2021

A curcumina é o principal ingrediente ativo do turmérico (Curcuma longa) e age como uma poderosa molécula anti-inflamatória e preventiva do câncer, além de ser altamente eficaz para tratar síndrome metabólica e diversas outras condições de saúde. A curcumina possui uso aprovado pelo US Food and Drug Administration (FDA, agência responsável pela regulamentação de alimentos e medicamentos nos Estados Unidos e “reconhecido como seguro”, em inglês Generally Recognized As Safe (GRAS).

Benefícios da curcumina

  • Age como um poderoso anti-inflamatório natural capaz de ser tão eficaz quanto o ibuprofeno para reduzir a dor provocada pela artrite no joelho, sem apresentar quaisquer efeitos colaterais adversos.
  • Acelera a taxa de metabolismo e queima de gordura, evitando que as pessoas fiquem suscetíveis ao ganho de peso. Da mesma forma, previne que o acúmulo de gordura novamente logo após a pessoa perder peso.
  • Inibe o crescimento de tumores, mata células cancerígenas e protege o organismo contra a ação danosa dos radicais livre.
  • Melhora a saúde cerebral e aumenta as habilidades cognitivas. Também protege as vias neurais do estresse oxidativo a longo prazo.
  • Promove a saúde do fígado, vez que melhora a função hepática e reduz os níveis de toxicidade no corpo. Assim, estimula o sistema linfático e remove toxinas do organismo.

A curcumina age como anti-inflamatório poderoso

Pesquisadores afirmaram que a curcumina possui efeito anti-inflamatório, diminuindo a agregação de células inflamatórias, principalmente na fase inicial da inflamação. A curcumina exerce forte efeito anti-inflamatório, vez que bloqueia a NF-kB, molécula que percorre o núcleo das células e aciona os genes relacionados à inflamação. Um estudo premiado comprovou que a ingestão da duas cápsulas de 500 mg ao dia durante 8 (oito) meses era seguro e efetivo ao aliviar os sintomas clínicos e bioquímicos da osteoartrite em uma população de pessoas de meia-idade (43 anos +/-). A redução dos sintomas foi tão significativa que o estudo foi considerado como sendo “notável” pela comunidade científica.

Referências:
BELCARO, Gianni et al. Efficacy and safety of Meriva®, a curcumin-phosphatidylcholine complex, during extended administration in osteoarthritis patients. Altern Med Rev, v. 15, n. 4, p. 337-44, 2010.
Funk, Janet L., et al. “Efficacy and mechanism of action of turmeric supplements in the treatment of experimental arthritis.” Arthritis & Rheumatism: Official Journal of the American College of Rheumatology 54.11 (2006): 3452-3464.
Funk, Janet L., et al. “Turmeric extracts containing curcuminoids prevent experimental rheumatoid arthritis.” Journal of natural products 69.3 (2006): 351-355.

Atua de forma positiva contra o câncer

Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa do Câncer Tata Memorial documentou o potencial efeito protetor da curcumina no câncer de estômago e câncer de pele. Além disso, um estudo publicado na “Cancer Letters Journal” indicou que a curcumina inibe o crescimento de tumores. Pesquisadores do Centro de Câncer M Anderson descobriram que a curcumina potencialmente pode matar células cancerígenas. Um estudo publicado pela revista “Antioxidants & Redox Signaling”, destacou a poderosa atividade antioxidante da curcumina na eliminação de radicais livres, moléculas que reagem com componentes do corpo, podendo causar diversos danos à saúde.

Referências:
Gota, Vikram S., et al. “Safety and pharmacokinetics of a solid lipid curcumin particle formulation in osteosarcoma patients and healthy volunteers.” Journal of agricultural and food chemistry 58.4 (2010): 2095-2099.
Menon, Lata G., Ramadasan Kuttan, and Girija Kuttan. “Anti-metastatic activity of curcumin and catechin.” Cancer letters 141.1-2 (1999): 159-165.
Rathaur, Preeti, et al. “Turmeric: The golden spice of life.” International Journal of pharmaceutical sciences and research 3.7 (2012): 1987.
Vadhan-Raj, Saroj, et al. “Curcumin Downregulates NF-kB and Related Genes in Patients with Multiple Myeloma: Results of a Phase I/II Study.” Blood 110.11 (2007): 1177.

Auxilia na perda de peso

A curcumina ajuda a acelerar a taxa de metabolismo e faz com que o corpo queime um número significativo de calorias, levando à perda de peso. Também é útil na redução da massa gorda e na desintoxicação do fígado, que são contribuintes essenciais quando se trata de esforços de perda de peso induzidos por dieta. Além disso, diminui os níveis de colesterol LDL (ruim). Pesquisadores da Universidade de Columbia perceberam que indivíduos que foram suplementados com curcumina tiveram uma menor incidência de diabetes e não ficaram suscetíveis ao ganho de peso. A curcumina também ajuda a prevenir o acúmulo gordura novamente logo após a pessoa perder peso.

Referências:
Weisberg, Stuart P., Rudolph Leibel, and Drew V. Tortoriello. “Dietary curcumin significantly improves obesity-associated inflammation and diabetes in mouse models of diabesity.” Endocrinology 149.7 (2008): 3549-3558.
Kuhn, Merrily A., and David Winston. Herbal therapy and supplements: a scientific and traditional approach. Lippincott Williams & Wilkins, 2000.

Previne contra doenças degenerativas

Além de melhorar a capacidade cognitiva, a curcumina pode estimular a atividade neural e prevenir degradações cognitivas, que geralmente surgem na forma de Alzheimer e demência. De acordo com um estudo realizado pelo Departamento de Neurologia, Califórnia, EUA, a curcumina é altamente eficiente na remoção da placa amiloide, um importante indicador da progressão da doença de Alzheimer. Outro estudo descobriu que a curcumina melhora a função cognitiva e o humor em pessoas que sofrem de problemas leves de memória relacionados à idade.

Referências:
Mishra, Shrikant, and Kalpana Palanivelu. “The effect of curcumin (turmeric) on Alzheimer’s disease: An overview.” Annals of Indian Academy of Neurology 11.1 (2008): 13.
Book, Raw Juicing, and Raw Food Diet Book. “Alzheimer’s Disease Natural Treatment Strategies.”
Posted, Post, and Mon Nov. “TURMERIC/CURCUMIN BENEFITS.”

Promove a saúde do fígado

A curcumina é muito efetiva para melhorar a função hepática e reduzir os níveis de toxicidade no corpo, vez que estimula o sistema linfático e remove toxinas do organismo. De acordo com uma pesquisa recente publicada em 2018, as atividades antioxidantes da curcumina são eficazes na redução de danos no fígado. Desta forma, Curcumina Prime pode ser incluída como um tratamento complementar para doenças do fígado, tais como cirrose e doença hepática gordurosa.

Referências:
Farombi, E. Olatunde, et al. “Curcumin attenuates dimethylnitrosamine-induced liver injury in rats through Nrf2-mediated induction of heme oxygenase-1.” Food and Chemical Toxicology 46.4 (2008): 1279-1287.
Kyung, Eun Jung, et al. “Evaluation of hepatoprotective effect of curcumin on liver cirrhosis using a combination of biochemical analysis and magnetic resonance-based electrical conductivity imaging.” Mediators of Inflammation 2018 (2018).

Outros efeitos da curcumina

Os rizomas da Curcuma longa (açafrão-da-terra; turmérico) são colhidos uma vez por ano e, após fervidos e desidratados, são usados coloração de alimentos, especiarias (sobretudo na culinária indiana). Em razão principalmente da curcumina, o princípio ativo mais evidenciado na Curcuma longa, o rizoma é amplamente usado com eficácia na produção de remédios naturais e suplementos alimentares. Além dos efeitos já relatados, a curcumina ainda possui outros benefícios e efeitos estudados pela ciência.

A curcumina reduz os sintomas da ansiedade e depressão

A curcumina possui efeito semelhante ao Prozac em pacientes que sofrem de de alterações de humor, ansiedade, depressão e estresse, sem causar efeitos colaterais.

Diabetes

Pesquisas recentes forneceram a base científica e confirmaram o importante papel da curcumina na prevenção e tratamento do diabetes e seus distúrbios associados, incluindo resistência à insulina, hiperglicemia e hiperlipidemia.

Doença Inflamatória Intestinal

Pacientes com doença inflamatória intestinal (DII) e condições mais graves, como a doença de Crohn, beneficiam do conteúdo de fibra alimentar da curcumina que ajuda a suavizar processos digestivos.

Função Cerebral

A curcumina possui legitimação por pesquisas para ser uma erva estimulante para o cérebro. Também pode proteger as vias neurais do estresse oxidativo a longo prazo e do acúmulo de placas, prevenindo contra doenças degenerativas.

Saúde do Coração

A curcumina equilibra os níveis de colesterol, eliminando o excesso de colesterol LDL (ruim) das artérias e vasos sanguíneos, conforme indicado no Basic Research in Cardiology.

Referências:
Esmaily, Habibollah, et al. “An investigation of the effects of curcumin on anxiety and depression in obese individuals: A randomized controlled trial.” Chinese journal of integrative medicine 21.5 (2015): 332-338.
Ng, Qin Xiang, et al. “Clinical use of curcumin in depression: a meta-analysis.” Journal of the American Medical Directors Association 18.6 (2017): 503-508.
Zhang, Dong-wei, et al. “Curcumin and diabetes: a systematic review.” Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine 2013 (2013).
Srivastava, Geetika, and Jawahar L. Mehta. “Currying the heart: curcumin and cardioprotection.” Journal of cardiovascular pharmacology and therapeutics 14.1 (2009): 22-27.
Burge, Kathryn, et al. “Curcumin and intestinal inflammatory diseases: molecular mechanisms of protection.” International journal of molecular sciences 20.8 (2019): 1912.
Avalie
[5]

CHÁS PREMIUM MEDICINA NATURAL

SUPLEMENTOS ALIMENTARES