Guaçatonga: benefícios e propriedades medicinais

A guaçatonga (Casearia sylvestris) é uma planta medicinal também conhecida como cafezeiro-do-mato, café-bravo, caroba, carvalhinho, chá-de-bugre, erva-de-bugre, erva-de-lagarto, estralador, guaçatunga, gaibim, guassatonga, paratudo, pau-de-bugre, pombeiro, dentre outros inúmeros nomes populares. Pertence a família Flacourtiaceae.

Benefícios da guaçatonga

A guaçatonga encontra-se distribuída em quase todo o território brasileiro. e possui uma longa história de uso na fitoterapia em quase todos os países tropicais, de onde é nativa, podendo ser efetiva contra aftas, artrite, câncer, diarreia, doenças de pele, dores comuns, dores no peito, feridas, gota, hanseníase, hemorragias, inflamações, inchaço nas pernas, limpeza do sangue, micoses, obesidade, ofidismo, paralisia, picadas de cobra e insetos, queimaduras, reumatismo, sífilis, tumores, úlceras e outras condições de saúde.

No Brasil, os índios Karajá preparam uma maceração da casca para tratar diarreias, enquanto no Peru os índios Shipibo-Conibo, localizados na Amazônia peruana, usam uma decocção da casca para resfriados, diarreia, dores no peito e gripe. Outras tribos indígenas no Brasil amassam as raízes ou sementes de guaçatonga para tratar feridas e hanseníase topicamente. 

Povos indígenas de toda a Floresta Amazônica têm usado por muito tempo a guaçatonga como um remédio natural em casos de problemas de pele, bem como no alívio das dores causadas por picadas de cobra, abelhas e outros insetos, vez que o extrato de suas folhas neutraliza o efeito da histamina, substância que desencadeia a sensação dolorosa. A guaçatonga possui o cariofileno, que anula os efeitos da histamina, além disso, tem um efeito altamente cicatrizante. A decocção das folhas é fabricada e aplicada topicamente e internamente.

As folhas e os galhos da guaçatonga contêm um fitoquímico conhecido como lapachol, conhecido e estudado como por suas propriedades anticancerígenas e antifúngicas. É abundante em diterpenos clerodânicos, cuja vasta gama de atividades biológicas incluem desde repelente para insetos, antitumorais, anticancerígenas, antibióticos e até como inibidores da replicação do HIV. Alguns dos diterpenos clerodânicos documentados em guaçatonga são substâncias químicas novas que os cientistas têm chamado de “casearinas”.

Contraindicações e efeitos colaterais da guaçatonga

Não foram relatados efeitos colaterais decorrentes do uso nas bibliografias consultadas.

História e curiosidades

A guaçatonga cresce como um arbusto ou pequena árvore e pode atingir cerca de 2 a 3 metros de altura, no entanto, pode chegar até a 10 metros de altura e produzir uma grande quantidade de sementes, principalmente em algumas regiões de mata virgem da Amazônia, onde a planta se adaptou de forma a absorver grande quantidade de nutrientes no solo argiloso amazônico, formando extensas raízes laterais.

A guaçatonga cresce abundante nos trópicos, tanto em áreas de floresta, quanto em áreas de planície. É encontrada no Caribe (incluindo Cuba e Jamaica), e na América do Sul, incluindo Argentina, Bolívia, Peru, Uruguai e Brasil. A espécie Casearia sylvestris faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil.

Comentários

3 Comentários

  1. Virgilio Pereira

    Como encomendar esta planta casearia, vivo em França e um amigo me trouxe um pouquinho a tempos atrás. Gostaria de ter essa informação por favor. Obrigado.

  2. Claudete

    Oi Andreia,
    vi o seu pedido aqui sobre a verdadeira cazearia sylvestrys para sua filhinha. tem umas palestras de um pastor da igreja adventista,que ele usa essa planta e muitas outras e ensina como usa-las. O nome dele e Jose Ferrer naturalista. Se voce entrar no youtube e colocar o nome dele voce vai poder assistir e entrar em contacto com ele. o cel dele e:011972869303.
    Espero ter ajudado!
    Deus te abencoe, e espero que voce encontre a cura para tua filhinha!

  3. Andreia Vieira

    Bom dia, eu preciso encontrar esta planta para minha filha, ela tem 15 anos e esta se tratando de um linfoma de hodckin. Mas eu ouvi falar que tem que ser a verdadeira cazearia sylvestrys, porque as outras são apenas diuréticas. Por favor, vou ficar aguardando a sua resposta. Abraços.

Comentar