Cirrose hepática: O que é? Como surge?

Cirrose Hepática

A cirrose hepática é uma doença causada por inúmeras agressões e inflamações no tecido hepático do fígado, sendo o consumo de álcool o principal causador.

Atualizado em 07/11/2023

A cirrose hepática é uma doença causada por longos anos de agressões e inflamações oriundas de sucessivas trocas do tecido hepático normal por tecido fibroso ou nódulos no fígado. Essa troca do tecido de boa qualidade por tecido fibroso ruim na verdade significa uma cicatrização do fígado decorrente de uma lesão. A cirrose faz com que o fígado produza tecido de cicatrização no lugar das células saudáveis que morrem. Todo esse processo é causado por inúmeros abusos sucessivos causados sobretudo pelo consumo abusivo do álcool, que por sua vez sobrecarrega as funções do fígado.

Causas e consequências da cirrose hepática

O fígado é um órgão de nosso organismo capaz de reparar-se quando agredido. Esse processo de regeneração (cicatrização) vai ocorrendo durante anos, e quanto mais tecido fibroso o fígado vai se recompondo, menos capacidade de realizar suas atividades o fígado passa a ter, vez que não existe células e tecidos hepáticos suficientes para realizar as suas funções.

O consumo abusivo de bebidas alcoólicas é um dos fatores que agridem o fígado, vez que o álcool inibe as funções que ele deveria fazer e o fígado acaba trabalhando com uma sobrecarga para realizar suas funções, criando dessa forma lesões tão graves que, com o passar do tempo, levam a um diagnóstico de cirrose hepática.

Quanto mais grave é o quadro de cirrose, menos células hepáticas exercendo normalmente suas funções o fígado possuirá. Sem o tratamento adequado, e com o uso contínuo e excessivo de álcool, o estado do fígado vai se agravando, levando a falência do órgão. Cumpre ressaltar que o fígado é um órgão essencial para a vida, vez que ele oferece sustentação para outros órgãos e, devido a isso, a pessoa é incapaz de sobreviver sem ele.

FIGAPRO

Figapro é o suplemento alimentar mais utilizado no Brasil para auxiliar a eliminar gordura do fígado e melhorar o funcionamento do sistema digestivo.

Cirrose alcoólica

Quando a cirrose é causada pelo uso excessivo do álcool, ela é conhecida como cirrose alcoólica. O consumo diário e prolongado de álcool pode levar ao desenvolvimento de lesões permanentes no fígado, sendo que em algumas pessoas o consumo diário 2 taças de vinho já é um volume suficiente para causar lesão do fígado. Em termos de cerveja, 3 copos por dia já são suficientes para gerar uma grande agressão ao fígado. Em mulheres, essas doses são menores, pois o organismo é menos suscetível ao uso de álcool.

Progressão da doença

NASH

  • Esteatose microvesicular.
  • Inflamação lobular.
  • Fibrose.
  • Cirrose.

O consumo regular de álcool leva à esteatose hepática, também conhecida como fígado gorduroso, que pode evoluir para hepatite alcoólica e, por fim, para cirrose e falência hepática.

Referências:
GRIFFITH, Edwards. O tratamento do alcoolismo. 2ª ed. São Paulo :Martins Fontes, 1995, Cap. 02 p. 23-40.
LADER, M. A natureza da dependência de drogas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.p. 20-62.