Benefícios do óleo de linhaça para perda de peso

O óleo de linhaça é extraído das sementes de linhaça e é amplamente reconhecido por sua eficácia fitoterápica no tratamento de diversas doenças, que variam desde problemas cardíacos até doenças inflamatórias, além de ser uma excelente fonte de ácido alfa-linolênico, substância que compõe os ácidos graxos ômega 3 e o ômega 6, essenciais para a manutenção da saúde e bem-estar do corpo.

Benefícios do óleo de linhaça para perda de peso

Associar o óleo de linhaça à dieta pode ser significativo para quem busca perder peso. Os óleos ômega 3-6, encontrados geralmente em peixes, estão presentes na linhaça e são essenciais para o funcionamento do organismo. O consumo destes ácidos graxos poliinsaturados no lugar de gorduras saturadas e trans em uma dieta reduz o risco de colesterol elevado e de doenças cardíacas, além de auxiliar na absorção de algumas vitaminas, suprir os níveis de gordura diários exigidos pelo corpo e substituir as gorduras consideradas “ruins” por gorduras “boas”, que fazem bem para o organismo.

O óleo de linhaça pode ser inserido em uma dieta equilibrada que tenha como objetivo o emagrecimento e, a melhor forma é adicioná-lo em alimentos crus ou então em alimentos quentes após o preparo, como em saladas, molhos e sopas. Contudo, o óleo de linhaça é rico em calorias e não deve ser consumido em excesso, vez que uma colher de sopa contém cerca de 120 calorias. Por outro lado, consumi-lo nas quantidades recomendadas e equilibra-lo de forma correta torna o óleo um auxiliar benéfico para reduzir o peso.

A linhaça é frequentemente utilizada em sua forma líquida, contudo, é possível encontrar cápsulas disponíveis no mercado. O óleo de linhaça em cápsulas pode ser uma opção ideal para quem deseja usufruir dos benefícios consumindo menos calorias.

Quantidade ideal de consumo do óleo de linhaça

Para associar o óleo de linhaça a perda de peso, deve-se tomar cuidado com as doses diárias consumidas. A dose irá depender da quantidade diária de ácidos graxos estabelecida pelo médico ou nutricionista e a quantidade que deverá ser consumida durante a dieta. Outro fator que também implica na dosagem é a quantidade de calorias que se deseja queimar.

Contraindicações e efeitos colaterais do óleo de linhaça

Embora proporcione vastos benefícios para a saúde, é importante ressaltar que seu consumo deve ser realizado com cautela. Por se tratar de um óleo, não deve ser consumido em excesso, pois todo e qualquer óleo em excesso torna-se prejudicial para o organismo. A linhaça também pode reagir com outros medicamentos, retardando sua absorção. As principais interações ocorrem com remédios anticoagulantes, como é o caso da aspirina, cujos efeitos do ômega 3 podem reforçar a atuação em afinar o sangue.

Outra ressalva se refere aos medicamentos que tratam doenças cardíacas. Apesar de trazer benefícios para a saúde do coração, não é aconselhável associar os medicamentos ao óleo sem a supervisão de um médico. A Linum usitatissimum também é capaz de aumentar os níveis de açúcar no sangue quando em jejum e, portanto, o ideal é não utilizar junto com outros medicamentos que possuam como função baixar os níveis de açúcar.

Referências:
Flaxseed oil. University of Maryland Medical Center.
Flaxseed Oil (Linum Usitatissimum). Health Benefits. Herbswisdom.
The Benefits of Flaxseed Oil for Weight Loss. Sylvie Tremblay, MSc. Livestrong.
Benefits of Flaxseed Oil Capsules. Nadia Haris. Livestrong.
Benefits of Flaxseed Oil & Borage Oil. Karen Hellesvig-Gaskell. Livestrong.

Comentários

Comentar