Pimentão (Capsicum annuum): benefícios, propriedades e variedades


A Capsicum annuum é uma espécie que possui uma boa variedade de pimentas conhecidas na culinária, sendo a mais comum o pimentão (pimentão-doce, pimentão-vermelho, pimento). Outras variedades incluem conhecidas pimentas mexicanas como ancho, jalapenho (jalapeño), poblano, pimenta-malagueta, dentre outras. A páprica (páprica-doce, páprica-vermelha, paprika, peperke) é o pó extraído das sementes do pimentão-doce vermelho.


Benefícios e propriedades do pimentão

Muita usada na culinária no preparo de diversos pratos, a Capsicum annuum engloba uma grande variedade de pimentas, algumas bem picantes e outras mais suaves. Grande parte das propriedades medicinais das pimentas desta espécie estão concentradas nos carotenoides e na capsaicina que estão presentes em sua composição. A capsaicina é capaz de realizar a redução da pressão arterial ao relaxar vasos sanguíneos. Também melhora a saúde do sistema circulatório ao promover elasticidade de artérias, vasos capilares e veias.

Dentre as principais propriedades medicinais da pimenta se destacam a sua capacidade digestiva, antidisentérica, estimulante da circulação sanguínea, sialagogo e ativadora da perístase intestinal. É muito indicada para o tratamento de coágulos sanguíneos, problemas digestivos, cólicas e gases na área abdominal, disenterias e deficiência de vitamina C. Possui potentes efeitos anti-inflamatórios, o que o torna extremamente benéfico para o tratamento de doenças inflamatórias e autoimunes. Como tônico digestivo, a Páprica melhora as secreções de saliva e de ácidos estomacais, além de aumentar os movimentos peristálticos.

Possui uma grande quantidade de vitamina B6, que auxilia no aumento da energia corporal por meio da estimulação da produção de glicose. Esta mesma vitamina é capaz de ajudar a regular o ciclo do sono. A especiaria é indicada para o tratamento de anemia devido às altas concentrações de vitamina C na sua composição, o que permite que ocorra uma melhor absorção do ferro pelo organismo. Ainda devido a alta quantidade de vitamina C e vitamina E, ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, tais como ataques cardíacos e derrames. A vitamina E e os minerais na composição do pimentão ajudam na purificação do sangue, beneficiando a saúde do coração.

Anti-Inflamatórios Naturais Anti-Inflamatórios Naturais Suplementos eficazes para aliviar e curar inflamações nos tecidos.
Sucupira Sucupira em Cápsulas Alivia dores de artrite/reumatismo e controla o diabetes
Chás Chás Medicinais Chás 100% naturais e orgânicos para diversos objetivos.
Maca-Peruana Maca-Peruana Em Cápsulas e Pó. Rica em nutrientes. Aumenta a libido, desejo sexual e vigor.
Crajiru (Pariri) Crajiru (Pariri) O chá de pariri é um poderoso chá para o tratamento do câncer.

Uso na culinária

O pimentão é um ingrediente extremamente versátil que pode ser usado no preparo de diversos alimentos como peixes, carnes, aves, tortas, molhos e até mesmo em alguns doces. Algumas dicas são essenciais para não perder as qualidade e o sabor. Para que o gosto não fique amargo, é aconselhável não ferver o pimentão. Já em pratos quentes é preciso que seja diluído para não caramelizar.

Contraindicações e efeitos colaterais do pimentão

Em pequenas quantidades a Capsicum annuum consegue regular a pressão arterial, contudo, quando o seu consumo é excessivo pode causar hipertensão e taquicardia.

História e curiosidades

Antes de 1560, a páprica era um tempero muito popular nos Bálcãs, onde foi chamada de peperke. Inclui alguns sinônimos botânicos da família Solanaceae, tais como a espécie Capsicum tetragonum. A Capsicum annuum é nativa da América Central e do México. Sua popularização se deve aos espanhóis, que durante a época das grandes navegações levaram a especiaria para o continente europeu. A planta é um arbusto de pequeno porte com folhas de cor verde escura e formato oval lanceolado. Suas flores crescem em pedúnculos e são pequenas, alcançando o tamanho de 1 centímetro e suas pétalas são brancas. Os frutos são os famosos pimentões, que se dispõem no formato de bagas e crescem em posição pendente.

Referências:
Lee, Y., Howard, L. R., & Villalon, B. (1995). Flavonoids and antioxidant activity of fresh pepper (Capsicum annuum) cultivars. Journal of Food Science, 60(3), 473-476.
Marín, A., Ferreres, F., Tomás-Barberán, F. A., & Gil, M. I. (2004). Characterization and quantitation of antioxidant constituents of sweet pepper (Capsicum annuum L.). Journal of Agricultural and Food Chemistry, 52(12), 3861-3869.
Sun, T., Xu, Z., Wu, C. T., Janes, M., Prinyawiwatkul, W., & No, H. K. (2007). Antioxidant activities of different colored sweet bell peppers (Capsicum annuum L.). Journal of Food Science, 72(2).

Comentários

Comentar