Alimentos que afetam a saúde intestinal

A saúde intestinal é fundamental para o bem-estar do organismo, sendo assim é importante ficar atento a alguns alimentos que podem causar desconfortos e aumentar os níveis de acidez do estômago. Como consequência, podem provocar uma irritação no intestino.

Como escolher a dieta adequada para à saúde intestinal?

Na maioria dos casos, é recomendado optar por um cardápio com alta concentração de nutrientes, afim de garantir benefícios para a saúde e evitar aqueles ricos em açúcares, cafeína e gorduras, que a longo prazo podem causar transtornos metabólicos. Tais alimentos podem piorar a inflamação intestinal e aumentar a intensidade dos movimentos peristálticos. A hidratação deve ser intensificada por aqueles que sofrem de algum problema intestinal, incluindo prisão de ventre e síndrome do intestino irritável, afecção que provoca diarreia.

Um intestino saudável é capaz de absorver nutrientes com mais eficácia e eliminar substâncias desnecessárias ao corpo. Além disso, é responsável por produzir algumas vitaminas essenciais e fortalecer o sistema imunológico. Alguns casos de constipação possuem relação com o sedentarismo, vez que exerce papel negativo no bom funcionamento do intestino. Readaptar a alimentação para melhorar as funções do organismo é a melhor opção, seguindo as orientações e ficando atento a cada caso. Para facilitar, listamos alguns alimentos que devem ser evitados em sua dieta e outros que podem auxiliar no bom funcionamento de saúde intestinal e qualidade de vida.

Prisão de Ventre Digestivos Remédios naturais para combater má digestão e prisão de ventre.
Pedras nos Rins Pedras nos Rins Compre fitoterápicos para eliminar cálculos renais.
Chás Chás Medicinais Chás 100% naturais e orgânicos para diversos objetivos.

Café e refrigerantes

Refrigerante
Refrigerante

Os alimentos com cafeína e as bebidas gaseificadas aumentam a inflamação intestinal e causam refluxo ácido para a parte superior do corpo, causando assim, irritações na parede do intestino. Os açúcares podem piorar as cólicas abdominais e causar diarreias.

Carne vermelha

Carne vermelha
Carne vermelha

O consumo constante e em excesso de carnes vermelhas pode afetar os tecidos do corpo, aumentando assim, seus níveis de inflamação. As carnes vermelhas possuem uma digestão mais lenta em comparação com as carnes magras e este tipo de proteína pode pode causar gases, inflamação abdominal e até mesmo gota.

Fibras em excesso

Fibras
Fibras

Uma dieta rica em fibras deve ser cautelosa. A fibra, por um lado, é importante para regular as funções intestinais, contudo, em algumas pessoas pode causar piora dos sintomas, principalmente se ocasionar diarreia.

Gorduras e frituras

Frituras
Frituras

As gorduras e frituras fazem mal ao organismo como um todo de forma indiscutível, contudo, o intestino sofre quase que de forma imediata com as consequências da ingestão desses tipos de alimentos. Os níveis de acidez no estômago são aumentados, sendo assim, pessoas com gastrite, síndrome do cólon irritável e outros transtornos do sistema digestivo devem evitar seu consumo.

Glúten

Glúten
Glúten

O glúten dos alimentos refinados pode causar alergias e reações adversas na saúde intestinal caso não seja metabolizada de forma correta. Consumir glúten em excesso ainda pode aumentar os níveis de inflamação e como consequência desenvolver doenças autoimunes, incluindo artrite, diabetes, fibromialgia, lúpus e Mal de Alzheimer.

Lactose (intolerância)

Intolerância à lactose
Intolerância à lactose

Alguns problemas intestinais podem ser decorrentes de uma alta sensibilidade à lactose. Desta forma, é interessante reduzir ou em alguns casos excluir o leite e derivados da dieta e observar se ocorrerá irritação da mucosa intestinal. A intolerância à lactose é caracterizada pela incapacidade de digerir completamente o açúcar (lactose) presente nos laticínios, incluindo produtos como o leite e seus derivados.

Como melhorar a saúde do intestino?

A baixa ingestão de fibras pode ser o principal fator de problemas intestinais, contudo, cada caso é peculiar. Inclusive, em algumas situações mais agravantes as fibras alimentares podem não ser muito indicadas. Em geral, as fibras encontradas em frutas, verduras e grãos fazem com que o intestinos funcione com regularidade, visto que elas aumentam o volume das fezes e retêm líquidos nas mesmas, facilitando assim a eliminação das fezes. Da mesma forma, a ingestão de líquidos exerce papel fundamental para o bom funcionamento do intestino.

O auxílio de um laxante com componentes naturais pode ser uma boa opção aqueles que desejam acabar com os constantes incômodos. Algumas plantas medicinais usadas a séculos contam com propriedades antiácidas, depurativas, laxativas e vermífugas. Desta forma, algumas ervas como boldo-chileno, cáscara-sagrada, espinheira-santa, jalapa e sene são eficazes no tratamento da obstipação (prisão de ventre) aguda e temporária, diminuem o inchaço abdominal e permitem uma evacuação mais fácil. É importante destacar diferença dos laxantes naturais dos purgantes, vez que estes possuem uma ação mais forte ou drástica e podem causar efeitos colaterais.

FITOTERÁPICO COM MUITOS USOS MEDICINAIS Cavalinha em Cápsulas
VERMÍFUGO NATURAL / ELIMINA PARASITAS Composto Anti-Verme 500mg
REMÉDIO NATURAL CONTRA O ALCOOLISMO Noethyl Anti-Álcool
REMÉDIO NATURAL PARA ELIMINAR PEDRAS NOS RINS Dissol 150ml
COMPOSTO NATURAL COM FITOESTROGÊNIO Isoflavona 500mg
Referências:
The Best And Worst Foods For Gut Healt. Mindbodygreen
Here’s Exactly What To Eat (And What To Avoid) To Heal Your Gut.
Médico Mostra o Que Provoca os Problemas Instestinais. Tribuna da Bahia.

Comentários

Comentar