Buchu: benefícios e propriedades medicinais

O buchu (Agathosma betulina) é uma planta medicinal também conhecida como bucco, bucku, bookoo e diosma. Pertence à família das Rutaceae.

Benefícios do buchu

O buchu possui propriedades antissépticas, diuréticas e anti-inflamatórias. Além disso, é um excelente remédio para o tratamento de distúrbios respiratórios e gástricos. Antes mesmo da colonização europeia, a erva era usada tradicionalmente no tratamento de infecções urinárias. Segundo registros históricos, os africanos também usavam a buchu no tratamento de artrite, cálculos renais, cólera, dores musculares e infecções do trato urinário (UTI), sendo ainda usado para auxiliar no tratamento da incontinência associada com problemas de próstata.

Pesquisas recentes buscam comprovar a eficácia da Agathosma betulina no tratamento de hipertensão, bem como insuficiência cardíaca congênita. Apesar de promissora, a pesquisa ainda não chegou a um resultado final. Devido aos seus efeitos diuréticos suaves, porém eficazes e comprovados cientificamente, o buchu é indicada para o tratamento de casos menos graves e tratamentos mais rápidos, apesar de ser necessária doses mais altas nestes casos. Popularmente, é usada em forma de cataplasma para contusões. Em forma de ducha para leucorreia. As folhas são misturadas à óleos para produzir um perfume muito utilizado no continente africano.

Ainda na África, os Khoikhoi, nativos do sudoeste da África, criaram uma bebida com o buchu conhecida como Brandy Buchu, que por sua vez é fabricada e comercializada até hoje. Sua utilização mais comum é como um conhaque medicinal. Dentro de diversas culturas africanas, a infusão de folhas foi utilizada para o tratamento de síndrome pré-menstrual (PMS). Segundo registros, o buchu ajudava a diminuir as dores e desconfortos do ciclo. Fora da África do Sul, o buchu é mais utilizado como um componente bastante encontrado em fórmulas de medicamentos comercializados em lojas de medicina natural. Sua versão em óleo essencial é a mais conhecida.

Maca-Peruana Maca-Peruana em Cápsulas Rica em nutrientes. Aumenta a libido, desejo sexual e vigor.
Libiforce Libiforce Man Estimulante sexual masculino sem contraindicações. Fórmula exclusiva.
Tônicos Emagrecedores Suplementos naturais para inibir o apetite e queimar gorduras
Antidiabéticos Insulinas VegetaisAntidiabéticos que agem como hipoglicemiantes e insulinas vegetais
Antirreumaticos Antirreumáticos Suplementos naturais para aliviar dores articulares, artrite, artrose, gota e reumatismo.

Como usar o buchu?

O melhor jeito para para se consumir o buchu é em sua forma de chá. Basicamente, deve-se fazer uma infusão das folhas secas e esmagadas da erva. Além disso, também é possível usá-la em sopas e caldos. Contudo, é preciso coar a mistura antes de servir a refeição.

Contraindicações e efeitos colaterais do buchu

Em grande quantidade, a Agathosma betulina pode causar diarreias. Além disso, não se recomenda o uso na gravidez e durante a fase de amamentação. Pessoas com problemas no estômago e rins também devem evitar a uso, vez que se trata de um diurético natural. A alta dosagem pode gerar o esgotamento do potássio no organismo. Pacientes com inflamações urinárias agudas devem evitar o uso.

História e curiosidades

Dentro do meio cientifico, a espécie pode ser intitulada tanto como Agathosma betulina quanto como Barosma betulina. É originaria da África do Sul, local no qual pode ser encontrada facilmente até hoje. Seu cultivo também se concentra na região, mas pode ser encontra em jardins e viveiros privados ao redor do mundo. Trata-se de um arbusto que pode crescer até atingir dois metros de altura e possui uma cor única. Sua casca varia entre o vermelho-amarronzado e o violeta. Suas folhas podem ter tons de amarelo, verde ou marrom.

SHAMPOO CONCENTRADO DE BABOSA Shampoo de Aloe vera 300ml
REMÉDIO NATURAL PARA ELIMINAR PEDRAS NOS RINS Dissol 150ml
SUPLEMENTO PARA CONTROLAR O ESTRESSE Mild Mag
ALOE VERA (BABOSA) ORGÂNICA LIOFILIZADA Aloe vera Orgânica em Cápsulas
PODEROSO CHÁ PARA O TRATAMENTO DO CÂNCER Crajiru (Pariri) Chá15g
Referências:
Lis‐Balchin, M., S. Hart, and E. Simpson. “Buchu (Agathosma betulina and A. crenulata, rutaceae) essential oils: Their pharmacological action on guinea‐pig ileum and antimicrobial activity on microorganisms.” Journal of Pharmacy and Pharmacology 53.4 (2001): 579-582.
Health Benefits and Side Effects. Botanical Name: Agathosma betulina, Barosma betulina.. Other Common Names: Buku, bucco, round buchu, bookoo, bucku.

Comentários

1 Comentário

  1. Gustavo C. da Silva

    Buchu (Agathosma betulina)serve para o tratamento de bexiga neurogênica(bexiga não esvazia completamente a urina, deixando resíduo de líquido)?

Comentar