Vitex agnus-castus (AGNOCASTO)

VITEX AGNUS-CASTUS

Nomes populares

agnocasto, agno-casto, agno-castus, agno-cactus, alecrim-de-angola, árvore-da-castidade, árvore-de-linho, árvore-de-salva, árvore-pura, flor-da-castidade, vitex, vitex-agnus, pimenta-de-monge, pimenteira-silvestre, chastetree (inglês)

Sinônimos botânicos

.

Família

Lamiaceae

Partes usadas

Sementes.

Usos tradicionais

Acne, amenorreia, cistos, cistos ovarianos, depressão, dismenorreia, endometrite, enxaqueca, fibroide, herpes, infertilidade feminina, infertilidade masculina, menopausa, paralisia, polimenorreia, pós-operatório de histerectomia, tensão pré-menstrual (TPM).

Propriedades medicinais da Vitex agnus-castus

Anafrodisíaco (capaz de diminuir a libido)
Antiandrógeno (composto químico capaz de bloquear ou inibir os efeitos biológicos de andrógenos)
Aromático (possui odor acentuado e agradável)
Emenagogo (aumenta o fluxo menstrual ou provoca menstruação)
Galactagogo (substância medicamentosa ou alimentar que favorece a secreção láctea)
Vulnerário (promove a cicatrização e cura de cortes e feridas)

Preparações

Chá, extrato.

Contraindicações e efeitos colaterais

O Vitex agnus-castus é contraindicado para gestantes e lactantes. O uso também não é indicado para mulheres que estejam realizando tratamento hormonal ou tenham déficit metabólico de FSH. Em excesso pode causar erupções moderadas e problemas no intestino. Age como uma anafrodisíaco para homens (substância capaz de diminuir a libido).

Fitoquímicos

O agnocasto é composto de alcaloides (viticine), flavonoides (casticina), iridoglicosídeos (agnuside, aucubina, eurostoside), óleo essencial (cineol), dentre outras substâncias químicas.

Curiosidades

– O agnocasto é considerado uma fitoprogesterona, ou seja, similar ao hormônio sexual progesterona, esteroide essencial para o equilíbrio do ciclo ovariano e para a gravidez. O agnocasto é indicado principalmente para condições inerentes à saúde da mulher. Dentre as suas ações se destacam o seu uso contra amenorreia, cólicas menstruais, endometriose, infertilidade feminina, menopausa, menorragia, síndrome pré-menstrual, dentre outras condições de saúde femininas.

– No conto “A Ilíada”, de Homero, o Vitex agnus-castus é descrito como um símbolo de castidade. Ambas as palavras, “agnus” e “castus“, significam “puro”. O nome popular pimenta-de-monge é referência ao hábito dos monges mastigarem os frutos para reduzirem os próprios desejos sexuais.

Saiba mais

Agnocasto: benefícios e propriedades medicinais

Referências:
Daniele, Claudia, et al. “Vitex agnus castus.” Drug Safety 28.4 (2005): 319-332.
Wuttke, W., Jarry, H., Christoffel, V., Spengler, B., & Seidlova-Wuttke, D. (2003). Chaste tree (Vitex agnus-castus)–pharmacology and clinical indications. Phytomedicine, 10(4), 348-357.
Herbs. ZP.

Comentários

Comentar