Cebola: benefícios, propriedades, usos e efeitos colaterais

A cebola (Allium cepa L., do latim cepa “cebola”), também conhecida como a cebola-bulbo ou cebola-comum, é o vegetal mais amplamente cultivada do gênero Allium, a mesma do alho-comum, alho-poró, cebolinha e cebola-chinesa.

Benefícios da cebola contra o câncer

A cebola é estudada extensivamente no que diz respeito à prevenção do câncer, especialmente o de estômago e o colorretal, em razão dos seus ricos compostos organossulfurados. Ainda não se conhece exatamente o mecanismo pelo qual esses compostos inibem o câncer, mas as hipóteses incluem a inibição do crescimento e mutagênese do tumor e a prevenção da formação de radicais livres. Além disso, as cebolas são uma rica fonte de vitamina C, antioxidante que auxilia no combate à formação de radicais livres conhecidos por causar câncer.

A ingestão frequente de fibras de frutas e vegetais está associada a um risco reduzido no desenvolvimento de câncer colorretal. Um estudo demonstrou que consumir mais de 7 porções de cebolas por semana estava associado à diminuição do câncer colorretal. Em um artigo publicado pelo Journal of National Cancer Institute, pesquisadores usaram um estudo de base populacional, controlado por casos para investigar a relação entre a ingestão de cebola e câncer de próstata. Eles chegaram à conclusão de que os homens cujos quais ingeriram cebola me maior quantidade tiveram o menor risco de câncer de próstata.

Densidade óssea em mulheres idosas

Um estudo de 2009 na revista Menopause descobriu que o consumo diário de cebola melhora a densidade óssea em mulheres que estão passando ou já passaram pela menopausa. As mulheres que comeram cebolas com frequência tiveram um risco 20% menor de fratura de quadril do que aquelas que nunca comeram cebolas. Um estudo recente realizado na Universidade de Berna, na Suíça, mostrou que o consumo de um grama de cebola seca por dia durante quatro semanas aumentou a densidade mineral dos ossos em ratos 17%. O estudo sugere que o consumo é capaz de reduzir a incidência de osteoporose.

Digestão

A fibra presente na cebola auxilia na boa digestão e ajuda a mantê-la regular. Além disso, as cebolas contêm um tipo especial de fibra solúvel chamada oligofrutose, que promove o crescimento de boas bactérias no intestino. Um estudo realizado em 2005 e publicado na Clinical Gastroenterology and Hepatology, descobriu que a oligofrutose pode ajudar a prevenir e tratar diversos tipos de diarreia. Os fitoquímicos em cebolas que eliminam os radicais livres também podem reduzir o risco de desenvolvimento de úlceras gástricas, de acordo com a National Onion Association.

Fortalecimento do sistema imunológico

Os polifenóis da cebola atuam como antioxidantes, protegendo o corpo contra os radicais livres. A eliminação dos radicais livres pode ajudar a estimular um sistema imunológico mais forte. De acordo com a Universidade de Maryland Medical Center, a quercetina em cebolas também diminui as reações alérgicas, impedindo o seu corpo de produzir histamina, que é o que faz você espirrar, chorar e coçar se você está tendo uma reação alérgica.

Os sulfuretos das cebolas podem ser agentes anti-inflamatórios eficazes, de acordo com um estudo de 1990 na revista International Archives of Allergy and Applied Immunology. A quercetina foi descoberta como sendo eficaz no relaxamento dos músculos das vias aéreas e pode proporcionar alívio dos sintomas da asma, de acordo com um estudo de 2013 no American Journal of Physiology. Além disso, as cebolas são ricas em vitamina C, necessária para a construção e manutenção do colágeno, que fornece estrutura à pele e ao cabelo.

Crajiru (Pariri) Crajiru (Pariri) O chá de pariri é um poderoso chá para o tratamento do câncer.
Chás Chás Medicinais Chás 100% naturais e orgânicos para diversos objetivos.

Humor e sono

O folato, encontrado nas cebolas, pode ajudar a reduzir a depressão. A homocisteína (aminoácido) impede que o sangue e outros nutrientes atinjam o cérebro, e o folato evita que esse aminoácido se acumule. O excesso de homocisteína também interfere na produção dos hormônios do bem-estar, serotonina, dopamina e norepinefrina, que regulam não apenas o humor, mas também o sono e o apetite.

Saúde do coração

As cebolas encorajam a ter um coração saudável de várias maneiras, incluindo a redução da pressão arterial e a redução do risco de ataque cardíaco. Um estudo de 2002 sugeriu que o enxofre age como um anticoagulante natural e impede que as plaquetas do sangue se agreguem. Quando as plaquetas se agrupam, o risco de ataque cardíaco ou derrame aumenta. Tal pesquisa também dá suporte a um estudo semelhante de 1992 na Trombosis Research, que deu destaque aos sulfuretos no alho. Além disso, um estudo em animais, de 1987, demonstrou o início atrasado ou reduzido da hipertensão com a ingestão de enxofre.

Pesquisas apontaram que há uma relação entre as moléculas chamadas oxylipins e o alto nível de colesterol. Um estudo de 2016 publicado na revista Redox Biology descobriu que as cebolas ajudam a regular os níveis de colesterol e gordura no sangue. A quercetina também pode ajudar a prevenir o acúmulo de placa nas artérias, o que reduz o risco de ataque cardíaco e derrame.

Contraindicações e efeitos colaterais da cebola

A cebola é considerada segura quando ingerida via oral em quantidades comumente encontradas em alimentos ou mesmo quando o extrato da cebola é aplicado na pele. Pode-se tomar até cerca de 400 mg de extrato de cebola por 6 semanas com segurança. Contudo, há alguns efeitos colaterais como lacrimejamento dos olhos, desconforto estomacal ou dor após comer cebola.

Não há relatos suficientes sobre a segurança do uso da cebola durante o período de gravidez ou amamentação. Cabe, portanto, o bom senso, e a utilização cuidadosa da cebola, em quantidades menores do que as habituais nos alimentos. Pessoas que sofrem com indigestão não devem ingerir grandes quantidades de cebola, visto que ela potencializa os sintomas. A cebola pode diminuir o açúcar no sangue. Se você tem diabetes e usa cebola em quantidades medicinais, verifique periodicamente o nível de açúcar no sangue. Pessoas que tenham alergia a artemísia e aipo também podem ser alérgicas à cebola. Não use em quantidades medicinais, caso for alérgico.

A cebola pode retardar a coagulação sanguínea e há a preocupação de que possa aumentar o risco de sangramento quando utilizada como medicamento. Não use quantidades medicinais de cebola ou extrato se você possui qualquer tipo de problema de coagulação. Em alguns casos, pode teoricamente aumentar o risco de sangramento e interferir no controle do açúcar no sangue durante e após os procedimentos cirúrgicos. Portanto, deve-se deixar de usar o vegetal como medicamento pelo menos 2 semanas antes de qualquer cirurgia.

ANTIOXIDANTE / FORTALECE O SISTEMA IMUNE Dente de Leão em Cápsulas
ALGA MARINHA RICA EM PROPRIEDADES Fucus em Cápsulas 500mg
PODEROSO CHÁ PARA O TRATAMENTO DO CÂNCER Crajiru (Pariri) Chá 15g
ESTIMULANTE SEXUAL MASCULINO PREMIUM Libiforce Man 800mg
CÁLCIO, MAGNÉSIO, VITAMINA D E ZINCO ZMA 3D
Referências:
Griffiths, G., Trueman, L., Crowther, T., Thomas, B., & Smith, B. (2002). Onions — a global benefit to health. Phytotherapy research, 16(7), 603-615.
Health benefits and risks of onions. Medical News Today.
Hsing, A. W., Chokkalingam, A. P., Gao, Y. T., Madigan, M. P., Deng, J., Gridley, G., & Fraumeni Jr, J. F. (2002). Allium vegetables and risk of prostate cancer: a population-based study. Journal of the National Cancer Institute, 94(21), 1648-1651.
Onion Health Research. National Onion Association.
Ly, Tram Ngoc, et al. “Antioxidative compounds from the outer scales of onion.” Journal of Agricultural and Food Chemistry 53.21 (2005): 8183-8189.
Onion. University of Maryland Medical Center.
Onion. Uses, Side Effects, Interactions, Dosages and Warnings. WebMD.

Comentários

1 comentário

  1. Francisco m gomes

    Esses produtos tem aprovação do ministério da Saúde (ANViSA) f

Comentar